search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Justiça Federal determina que eleição na Assembleia ocorra em fevereiro

Notícias

Publicidade | Anuncie

Política

Justiça Federal determina que eleição na Assembleia ocorra em fevereiro


Prédio da Assembleia Legislativa (Foto: Kadidja Fernandes/ Arquivo AT/ 17/12/2016)
Prédio da Assembleia Legislativa (Foto: Kadidja Fernandes/ Arquivo AT/ 17/12/2016)
A Justiça Federal determinou, na noite de quarta-feira (8), a anulação da eleição da Mesa Diretora da Assembleia e a realização do pleito em 1º de fevereiro de 2021.

A decisão foi favorável à ação civil pública proposta pela Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Espírito Santo (OAB-ES) em dezembro de 2019.

Na sentença, o juiz da 3ª Vara Federal Cível de Vitória, Aylton Bonomo Júnior, afirmou que “a eleição ocorrerá com base nas regras anteriores, sem os efeitos da Emenda Constitucional 113/2019”.

A emenda foi usada como base para a eleição feita em novembro de 2019, com 14 meses de antecedência. Porém, foi considerada inconstitucional pelo magistrado, que explicou que o pleito “baseou-se em contrariedade aos princípios e regras constitucionais, que devem ser observados obrigatoriamente pelo processo legislativo, sob pena de revisão pelo Poder Judiciário”.

Entenda o caso
No dia 27 novembro do ano passado, após a publicação da Emenda Constitucional nº 113/2019, foram convocadas eleições para a Mesa Diretora da Casa concedendo um prazo de apenas cinco minutos para a formação das chapas concorrentes. O atual presidente, deputado Erick Musso (Republicanos), foi reeleito por seus pares em meio a um bate-boca dos deputados.

O processo foi alvo de diversas críticas e ações judiciais. Sete dias depois, no dia 4 de dezembro, Erick Musso recuou e desistiu da eleição da Mesa Diretora para o biênio 2021-2023.
 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados