Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Juristas do Estado no caso Lula
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Juristas do Estado no caso Lula

Durante o julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que resultou na rejeição do pedido de registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da SIlva (PT) à Presidência da República, na última sexta-feira, o ministro Tarcísio Carvalho Neto usou como referência livro de três juristas capixabas.

A obra é o “Curso de Direito Eleitoral”, escrito por Flávio Chem, Ludghero Liberato e Marcelo Abelha. Na sua segunda edição, serviu para sustentar um dos votos contrários ao registro do petista. “Existe um dispositivo legal, o 16-A, que serve para defender o candidato dentro de uma legítima expectativa de registro deferido, enquanto o caso está sendo julgado. Mas, a sentença que indefere registro, em situações como a do ex-presidente, na qual já se tem conhecimento que não terá o registro, deve produzir efeito imediato. Foi o que aconteceu e sustentamos no livro”, explicou Chem.

DNA governista
Filiado ao MDB para concorrer à Assembleia (o partido almeja conseguir três cadeiras), o ex-secretário da Segurança André Garcia lançou candidatura no último sábado e não faltaram membros do primeiro escalão. O governador Paulo Hartung (MDB) não foi, mas mandou video o apoiando. Garcia também atuou na gestão de Casagrande (PSB).

Sobre casamento
No último final de semana, a filha do conselheiro do Tribunal de Contas Sérgio Borges se casou. Entre os convidados estavam o atual governador Paulo Hartung (MDB) e seu antecessor, Renato Casagrande (PSB). Ficaram a poucos metros um do outro.
Borges foi líder de governo do emedebista e do socialista. Este foi quem lhe ratificou a indicação ao TC.

Felicidade de vascaíno 

 (Foto: Léo Rangel)
(Foto: Léo Rangel)

Vascaíno, o deputado estadual Hércules Silveira (MDB) levou ontem para o plenário da Assembleia uma sacola com o escudo do rival. Quando perguntavam para que aquilo, ele tinha a piada na ponta da língua: “Olha o que o Flamengo está ganhando este ano” e virava a sacola vazia.

Cem anos com mala de Geddel
Após o lamentável incêndio que atingiu o Museu Nacional, na noite do último domingo, vale reflexão sobre investimentos no setor: os R$ 51 milhões encontrados em malas num apartamento em Salvador e que, segundo a Polícia Federal, pertenciam ao ex-ministro Geddel Vieira Lima seriam suficientes para cobrir o repasse de verba federal (R$ 520 mil por ano) ao Museu Nacional por 98 anos!

Casa Civil atua na Assembleia Legislativa
O atual secretário da Casa Civil, Zé Carlinhos, que voltou ao cargo a pouco mais de uma semana, esteve ontem na Assembleia e conversou com, pelo menos, sete parlamentares. Ele se colocou à disposição dos deputados estaduais para conversar e se reuniu com o presidente Erick Musso (PRB). Segundo informações de bastidores, a presença dele no plenário serviu para apaziguar os ânimos dos aliados em uma eleição que o atual governo decidiu se isentar.

GALERIA

Comissionados
Tem prefeito do interior determinando que servidores comissionados participem de eventos políticos de seus aliados, assinem lista de presença e postem em suas redes sociais declaração de apoio.

Carro oficial
O deputado Marcelo Santos (PDT) entregou o carro oficial ontem. Mas informou, em ofício, que deixou de usá-lo desde o início de agosto. Ficando o veículo só à disposição da vice-presidência em eventos oficiais.

Dois senadores
O ex-governador Gerson Camata (MDB) entrou na campanha. Ele postou um vídeo na internet pedindo voto para os senadores Magno Malta (PR) e Ricardo Ferraço (PSDB). Ambos buscam a reeleição.

Fundo partidário
O vice-prefeito de Vila Velha, Jorge Carreta (Avante), candidato a deputado federal, anuncia que, se eleito, vai trabalhar para acabar com o fundo partidário. “O dinheiro tem de ir para Educação e Saúde”.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados