Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Jovem assassinada na frente da filha estava sendo ameaçada de morte

Notícias

Polícia

Jovem assassinada na frente da filha estava sendo ameaçada de morte


Assassinada na madrugada desta quarta-feira (11), a jovem Maiara de Oliveira Freitas estava sendo ameaçada de morte. Tanto que, há alguns meses, segundo familiares da vítima, ela se mudou para Governador Valadares, em Minas Gerais, para não ser morta.

Dezoito dias depois de retornar ao Estado, a mulher de 26 anos foi morta na frente da filha de 4 anos de idade. O crime aconteceu no bairro Antônio Ferreira Borges, em Cariacica.

De acordo com a Polícia Militar, o Samu chegou a ser acionado para o socorrer a vítima. Porém, ela teve o óbito confirmado no local. 

Segundo informações obtidas no local do crime, Maiara estava sendo ameaçada por criminosos. Eles acreditavam que a jovem havia passado informações à polícia sobre um assassinato realizado em Antônio Ferreira Borges em 2018.

Maiara de Oliveira Freitas tinha 26 anos e deixa uma filha de 4 anos.  (Foto: Acervo Pessoal)
Maiara de Oliveira Freitas tinha 26 anos e deixa uma filha de 4 anos. (Foto: Acervo Pessoal)

Por medo de ser morta, ela foi para Minas Gerais. O retorno ao Estado aconteceu quando soube que os criminosos que a ameaçavam foram presos pela polícia. 

Maiara foi morta dentro da sua casa. O crime teria sido cometido por dois homens encapuzados que arrombaram a porta da residência onde ela morava. 

Residência em Antônio Ferreira Borges, em Cariacica, onde a jovem foi morta. (Foto: Fábio Nunes/AT)
Residência em Antônio Ferreira Borges, em Cariacica, onde a jovem foi morta. (Foto: Fábio Nunes/AT)
No momento do assassinato, Maiara dormia em um quarto com a filha. Ela levou dois tiros na cabeça e a menina teria presenciado o momento da morte da mãe.

Dentro da residência estava o pai de Maiara. Ele acordou com o barulho dos bandidos invadindo a casa e foi até o quarto ver o que estava acontecendo. 

Os criminosos o tiraram do local e, na sequência, mataram a jovem.

Na mesma casa também estavam dois outros jovens: um casal de primos de 19 e 17 anos - um menino e uma menina, respectivamente. 

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que "até o momento nenhum suspeito foi detido, e caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM). O Disque-Denúncia 181 é a melhor forma da população auxiliar a polícia com informações que levem à prisão de criminosos ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas. O anonimato é garantido e todas as informações são investigadas.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser identificado e para ser feito o exame cadavérico, que irá apontar a causa da morte".


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados