search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Jorge Jesus e a fumaça chinesa
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


Jorge Jesus e a fumaça chinesa

Conversei nesta semana com Rui Santos, jornalista da Rede Sic de Notícias, de Portugal. Na última quarta-feira (21), ele anunciou em seu programa que o técnico Jorge Jesus não seguirá no Flamengo em 2020. Não acrescentou fatos novos, mas manteve, com segurança, a informação de que o treinador português vai deixar o clube carioca depois do término da temporada, em dezembro. O atual contrato de Jorge Jesus vai até 30 de junho de 2020.

“Não tenho muito mais a acrescentar, a não ser que confirmo a informação dada, à data em que foi veiculada. Não posso adivinhar o que vai acontecer em seguida, mas dificilmente esse cenário sofrerá alteração”, escreveu-me o jornalista, que há alguns anos revelou o litígio do técnico com o Boavista/POR, que se negava a pagar o último mês de contrato com Jesus, indignado pela saída dele para o Sporting/POR.

Ao divulgar a informação na TV com o selo “em primeira mão”, Rui Santos mostrou-se bem à vontade. Falou primeiro sobre a proposta de “100 milhões que José Mourinho rejeitou em julho do bilionário Xu Jiayin, dono do Guangzhou Evergrande, que ofereceu contrato de três anos (31 milhões/ano) para assumir o bicampeão chinês.

A oferta embutia a futura direção da seleção chinesa, como no caso do italiano Marcelo Lippi.
Depois, entrou no caso de Jesus, dizendo que, apesar do bom momento no Flamengo, o técnico não seguiria no clube em 2020. Falou sobre projeto pessoal do treinador de dirigir uma seleção nacional e abordou temas delicados como a sensação de insegurança no Rio de Janeiro.

Na troca de e-mails, não quis, evidentemente, expor sua fonte. “A informação é boa. E não foi dada gratuita ou levianamente”, frisou.

Nas entrelinhas, ficou a ideia de que possa estar em curso um flerte entre o clube chinês e o treinador português. Afinal, seu representante internacional é o conterrâneo Jorge Mendes, que é também agente de Mourinho e opera fortemente no mercado asiático.

Jorge Jesus, quando abordado, desconversou. Mas a diretoria não deveria ignorar os sinais.

O técnico caiu nas graças da torcida e, hoje, é o fio condutor que liga o clube ao sonho da hegemonia no continente. Independentemente do sucesso desportivo já esse ano, sua permanência será fundamental.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Fogo e paixão

Envolvido com suas primeiras oportunidades de conquistas em 2020, o Flamengo já se divide entre presente e futuro. As lesões de Bruno Henrique e Rodrigo Caio trouxeram apreensão, mas o tom ainda é de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Noite de desafios

Tão importante quanto um bom resultado, o confronto entre Flamengo e Independiente Del Valle, esta noite, nos 2.850 metros da altitude de Quito, no Equador, nos traz a curiosidade de ver como se …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Como espetáculo, ficou claro que o confronto entre os dois campeões nacionais de 2019 teria de ter sido jogado no mesmo ano. Porque embora seja uma bela alternativa para a abertura da temporada …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Pedra no sapato

O Flamengo disputa na manhã de hoje, contra o Athletico, em Brasília, o primeiro dos três troféus que tem para erguer nas próximas duas semanas — a saber: a Taça Guanabara, no sábado, e a Recopa …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Paixão e orgulho

Dois jogos num só, no Fla-Flu da semifinal da Taça Guanabara na noite chuvosa da quarta-feira, no Maracanã. O Flamengo venceu o primeiro tempo por 2 a 0, com gols em oito minutos, e um repertório de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Em busca de outro patamar

Quase 40 dias após o início da temporada de 2020 no futebol brasileiro, apenas um treinador comandou o time mais vezes do que Odair Hellmann — Guto Ferreira já fez oito jogos à frente do Sport, por …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Nenhum dos quatro primeiros clássicos do Estadual do Rio serviu para aferir o quanto os times estão prontos para serem cobrados pela qualidade do futebol que produzem. Mas, cá pra nós: alguém …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O vírus da paixão

O futebol é apaixonante e, justamente por cegar seus adoradores, exige esforço para que se entenda a lógica construída pelos resultados e se aceite as verdades impostas pela massa. Como o caso …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

É triste ver a mediocridade do futebol praticado pelos clubes cariocas — excetuando-se o Flamengo que, até aqui, tentou ao menos exibir ideias de jogo coletivo mais bem trabalhadas. Tudo bem que …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Símbolo da nova era

Impossível desassociar a compra dos direitos econômicos de Gabriel Barbosa à chegada de Romário ao mesmo Flamengo, em 1995. Primeiro pelo fato de o acordo ter sido fechado na noite do dia 27 de …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados