Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Jetta renovado chega em outubro
Sobre Rodas

Jetta renovado chega em outubro

Concessionárias Volkswagen de todo o País começam a receber a partir de outubro a linha 2019 do Jetta. Produzido no México, o sedã médio desembarca no País totalmente renovado, com exceção da mecânica, que mantém o motor 1.4 turbo e o câmbio automático Tiptronic de seis marchas.

A versão de entrada Comfortline 250 TSI parte de R$ 109.990, enquanto a topo de linha R-Line tem preço sugerido de R$ 119.990.

Em sua sétima geração, o modelo oferece um design com linhas mais marcadas, seguindo o padrão de Polo e Virtus, e ficou bem diferente da versão anterior.

Na parte dianteira, há uma grade maior com a adição de iluminação LED. Na traseira, a parte inferior do para-choque conta com detalhes cromados.

As versões se diferenciam pelo visual (mais esportivo na R-Line) e pelos itens de conforto e segurança oferecidos.

Visualmente, a opção mais cara tem acabamento preto na capa dos retrovisores externos, grade e revestimento interno do teto. O único opcional nas duas versões é o teto solar, que custa R$ 4.990.

De acordo com a fabricante, o Jetta de sétima geração cresceu 4,3 centímetros no comprimento e 3,7 cm na distância entre-eixos (foi para 2,69 metros).

Movido apenas a gasolina no Jetta anterior, o motor 1.4 turbo passa a vir em versão flex, mas sem alterar o desempenho. São 150 cv e 25,5 kgfm. Com o conjunto, o carro faz de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos e chega aos 210 km/h.

No Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro, o modelo recebeu classificação B com médias de 10,9 km/l e 14 km/l com gasolina, e de 7,4 km/l e 9,6 km/l com álcool (cidade/estrada).

A versão Highline equipada com propulsor 2.0 turbo de 211 cv, vale destacar, deixa de ser oferecida. Por enquanto, não há previsão de o sedã vir com motor de dois litros — é algo para 2019.

Ao todo, o modelo está disponível em seis opções de cores.

 (Foto: )
(Foto: )
 (Foto: )
(Foto: )


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados