Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Jesus na Arena
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


Jesus na Arena

Jorge Jesus estreia nesta quarta-feira (10) no comando técnico do Flamengo e, tão difícil quanto esse confronto com o Athletico/PR, na Arena da Baixada, pelas quartas de final da Copa do Brasil, é a administração da euforia dos torcedores. O técnico português materializou a internacionalização do clube, trouxe novas práticas para o trabalho de montagem do time e entregou a perspectiva de uma nova filosofia de jogo. Hoje à noite, teremos uma ideia do que poderá ser este novo Flamengo.

Em princípio, veremos uma equipe com um só cabeça de área (Cuéllar), com Diego no papel de falso segundo volante. O meia terá a missão de dar celeridade à fase ofensiva, com o quarteto Vitinho, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol se movimentando com constância na linha de frente. Fora o estreante Rafinha.

Por isso, uma das primeiras preocupações de Jesus na intertemporada foi dar ênfase à preparação física. É uma ideia de jogo mais ofensiva, desejo antigo de dirigentes e torcedores.

O curioso é que o elenco é relativamente bem fornido, com reposição de bom nível para quase todas as posições, mas o treinador ainda não se deu por satisfeito. E espera pelo menos mais quatro jogadores: zagueiro, lateral e volante (todos pelo lado esquerdo) e um centroavante.

Do time que vai a campo nesta quarta, seis já atuaram por clubes europeus (Diego Alves, Rafinha, Diego, Vitinho, Bruno Henrique e Gabigol) e pelo menos três dos novos reforços devem vir de lá. Ou seja: fica claro que a ideia de Jesus é ter na equipe principal o maior número possível de jogadores que conheçam o funcionamento do atual jogo europeu: saída de bola em passes curtos e rápidos, e retomada ainda no ataque.

A questão é saber se os 20 dias de treinos foram suficientes para o técnico moldar o time, tendo pela frente uma estreia historicamente complicada para o Flamengo. Nos últimos 25 confrontos em Curitiba, os rubro-negros venceram uma única vez.

A equipe paranaense tem problemas no sistema defensivo: o zagueiro Thiago Heleno está suspenso, Paulo André se aposentou, e o lateral Renan Lodi, que vem se destacando desde o ano passado, foi vendido para o Atlético de Madrid.

O técnico do Flamengo quer fazer o resultado já no primeiro compromisso. E boa parte do País vai parar para ver Jesus na Arena...

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Mais uma de Jorge Jesus

O técnico Jorge Jesus recomendou ao Flamengo a contratação de outro espanhol: o atacante Carlos Fernández, de 23 anos e 1,85m de altura, com direitos econômicos presos ao Sevilla, mas que foi …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões: o mau uso do árbitro de vídeo

Na medida em que a tabela da Série A do Brasileiro ganha um contorno mais expressivo, o mau uso do árbitro de vídeo começa a chamar atenção. Era sabido que haveria equívocos e injustiça nessa fase de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

É treta...

A ausência de Romário foi a mais sentida na confraternização promovida pela CBF na Granja Comary, em Teresópolis, em comemoração dos 25 anos da conquista do tetra mundial. O evento reuniu ex-jogadore…


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O mistério de Pablo Marí

Há mesmo algo estranho nessa contratação do zagueiro espanhol Pablo Marí, de 25 anos, que o Flamengo anuncia como “reforço” para o elenco de Jorge Jesus. O jogador de 1,93m tem histórico medíocre e …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões: Copa América

A conquista da Copa América devolve um pouco da autoestima e tira um sobrepeso das costas do novo presidente da CBF, Rogério Caboclo. Mas a dúvida agora é saber se a Seleção seguirá nas mãos de Tite …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Um Peru da América

É impossível crer que a CBF já não tenha um plano estratégico alternativo para a disputa da Copa América de 2020, a quarta nos últimos cinco anos. Mas, se não tiver, deixo desde já um conselho para …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A Copa Europa

A qualidade dos jogos da Copa América reforça a tese que venho defendendo por aqui a respeito do aproveitamento nas seleções sul-americanas dos jogadores que cumprem o calendário europeu. …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Fla oferece R$ 44 milhões a Pedro

A diretoria do Flamengo repete com o centroavante Pedro, de 22 anos, autor de 19 gols em 40 jogos do Fluminense em 2018, a estratégia adotada para contratar o uruguaio De Arrascaeta e o atacante …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A falta do protagonista

Repetirei aqui o que escrevi logo após a classificação da Seleção Brasileira, na última quinta-feira (27), em Porto Alegre. O time teve 17 finalizações no segundo tempo, contra duas da seleção …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A lamúria portenha

Sergio Levinsky é um jornalista argentino, sociólogo, com 10 Copas do Mundo no currículo a trabalho para a crônica do país e também para outros veículos da Europa. Figura divertidíssima, um poço de …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados