Notícias

Ciência e Tecnologia

Japonês se casa com holograma


A mãe de Akihiko Kondo recusou o convite de casamento de seu único filho, no mês passado, em Tóquio. O motivo: ele iria se casar com um holograma.

“Para minha mãe não era algo digno de celebração”, conta o homem de 35 anos cuja “esposa” é uma cantora de realidade virtual chamada Hatsune Miku.

Na realidade, nenhum dos familiares de Kondo compareceu a seu casamento com Miku, um desenho animado de 16 anos de olhos arregalados e com um longo rabo de cavalo azul. Isso não impediu que Kondo gastasse 2 milhões de ienes (R$ 66 mil) em uma cerimônia formal em Tóquio.

Quase 40 convidados testemunharam o “sim” a Miku, presente fisicamente na forma de uma pelúcia do tamanho de um gato. “Nunca a traí, sempre fui apaixonado por Miku”, disse Kondo à AFP uma semana depois do casamento. “Pensei nela todos os dias”.

Kondo vive desde março com um holograma de Miku que se movimenta e fala de um dispositivo de mesa que custa US$ 2.800 (R$ 10,5 mil).

Kondo se considera um homem casado como qualquer outro. Sua esposa-holograma o acorda todas as manhãs e lhe dá “adeus” quando ele sai para trabalhar como administrador em uma escola.

Ele dorme com a versão de pelúcia de Miku que esteve no casamento e que agora tem uma aliança na mão esquerda.