search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Inteligência das Forças aponta tensão nas ruas
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Inteligência das Forças aponta tensão nas ruas

A despeito de enxergarem algum êxito da agenda bolsonarista das ruas e redes sociais na aprovação da Medida Provisória (MP) da Esplanada, militares de alta patente e da ativa avaliam que, neste momento, os protestos convocados para domingo (26) não contribuem para a pacificação do País.

O alerta vem da área de inteligência das Forças. Nos grupos de caminhoneiros, por exemplo, a temperatura está bastante alta. Se os índices de desemprego se mantiverem elevados e a sensação de um Brasil estagnado persistir, o ambiente estará propício para radicalizações, alertam.

Riscos. Nos grupos dos caminhoneiros, há muita reclamação relativa às condições de trabalho. Circulam vídeos mostrando motoristas drogados. “Olha o perigo que corremos”, diz uma das mensagens, com emojis raivosos.

Escalada. Para um ex-ministro da Educação, a crise nas universidades ainda manterá potencial aglutinador. Segundo ele, paixão e falta de dinheiro põem as pessoas nas ruas, e o discurso do presidente em favor de cortes e contra os manifestantes é gasolina pura.

Pavio... Enquanto militares na ativa e de alta patente tentam manter certa distância das manifestações de domingo, generais da reserva ainda falam grosso.

...aceso. Rocha Paiva, bolsonarista, fez circular em redes sociais texto de sua autoria: “Não queremos golpe nem ditadura, por isso, nossa luta é pela moralização e ela só virá com um Legislativo e um Judiciário que se autodesinfetem”.

Eu e eu. Entre o pessoal da ativa, há previsão da participação de praças, soldados e cabos, mas como uma adesão individual deles, não como apoio das Forças.

Só por isso. Bolsonaristas estão se vacinando contra manifestações esvaziadas: dizem que o fato de o Centrão ter “cedido” e votado a MP 870 e a ausência do presidente desestimulam participantes. Ah tá...

Ocupado. Alguns deputados do PSL, menos radicais, buscam maneiras de fugir dos atos. Marcelo de Freitas (MG), que relatou a reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), vai entregar 675 viaturas e distribuir R$ 1 milhão em emendas para a saúde.

Conectado. Em meio às ameaças de greve dos caminhoneiros, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, tem trocado mensagens com a categoria. Recebeu, inclusive, convocações para as manifestações do próximo domingo, mas seguirá a orientação do presidente e ficará em casa.

Ciumeira. Marcelo Álvaro Antônio anda incomodado com Tarcísio de Freitas. O titular do Turismo se empenhou pessoalmente para trazer a Air Europa para o Brasil, mas foi o colega da Infraestrutura quem recebeu elogios dos Bolsonaros.

De fora. O Código de Ética do PSDB não vai retroagir. Para os autores, a marcha à ré abriria margem para punições do partido serem judicializadas e derrubadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por não haver previsão na legislação. Assim, não deve alcançar o deputado Aécio Neves (MG).

Elevado. O vereador de São Paulo Caio Miranda (PSB) participa, na próxima segunda (27), da Audiência Pública na Assembleia paulista sobre o projeto do Parque Minhocão. O encontro contará com a deputada Janaína Paschoal (PSL), que tem ressalvas ao projeto. 

Pronto, falei!

"Só ficarei na manifestação se for em apoio à reforma da Previdência e ao governo. Se for para pedir intervenção e fechamento do STF (Supremo Tribunal Federal), não participarei."

Deputado federal Capitão Augusto (PR-SP), sobre o protesto no domingo

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

A recauchutagem do Cidadania por Huck

De olho na cada vez mais possível candidatura de Luciano Huck à Presidência, o Cidadania faz uma recauchutagem interna para atrair o apresentador. O processo começou no ano passado, com uma série de …


Exclusivo
Coluna do Estadão

General atua para manter União da direita

Soaram como tentativa desesperada de manter a direita unida as postagens de Augusto Heleno sobre a nova crise na relação Bolsonaro-Moro. Claro, um rompimento dos titãs do campo conservador tende …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Pasta de Moro também vai monitorar esgotos

O Ministério da Justiça também quer monitorar o esgoto dos brasileiros para radiografar o consumo de drogas no País. Essa é a proposta do projeto Cloacina, da Secretaria Nacional de Políticas sobre …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Planalto entrega a Maia lista com prioridades

O governo apresentou a Rodrigo Maia 15 propostas que tramitam na Casa e são tidas como prioritárias. Dentre elas, a mudança no marco regulatório das PPPs, o projeto do Senado de segurança das …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Entorno de Huck vibra com ataque de extremos

Cresce entre apoiadores de Luciano Huck a sensação de que ele está no caminho certo. O motivo? Começou a “apanhar” dos extremos. Em entrevista recente, Lula disse que Huck “não representa a centro-es…


Exclusivo
Coluna do Estadão

Líder do DEM é favorito para comandar CMO

De olho nas eleições municipais deste ano, a cúpula do Congresso tem se articulado para indicar o líder do DEM, Elmar Nascimento (BA), para o comando da Comissão Mista de Orçamento neste ano. A …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Maia terá ainda mais poder, preveem líderes

Se quiser fazer avançar seu governo, Jair Bolsonaro terá de conviver em harmonia com um Rodrigo Maia ainda mais poderoso neste ano, avaliam líderes do Congresso. É o preço a ser pago pelo Presidente …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Com ou sem Regina, guerra cultural seguirá

A demissão de Roberto Alvim e a péssima repercussão do malfadado vídeo com alusões ao nazismo foram um revés para a guerrilha bolsonarista, mas não deverão motivar um cavalo de pau no rumo da …


Exclusivo
Coluna do Estadão

MPF quer manter poder de delações premiadas

Associações de procuradores federais e membros da Procuradoria-Geral da República (PGR) estudam pontos do pacote anticrime sancionado por Jair Bolsonaro que podem ferir a atuação dos Ministérios …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Homicídios mantêm tendência de queda

Em mais um passo para transformar o combate à violência na principal bandeira da gestão Sergio Moro, o Ministério da Justiça passa a divulgar a partir de hoje os dados de homicídios dolosos de mais …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados