search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Instagram testa mudanças e é acusado de manipulação

Notícias

Ciência e Tecnologia

Instagram testa mudanças e é acusado de manipulação


O Instagram passou a testar uma nova funcionalidade nesta quarta-feira (17), que esconde o número de curtidas de cada foto na rede social. Somente o proprietário da conta é que poderá ver as estatísticas.

A iniciativa, segundo a empresa, é uma estratégia de combate ao bullying e a competitividade gerada pelas métricas na rede social.

"Iniciamos esse teste porque queremos que os seguidores se concentrem mais nas fotos e vídeos que são compartilhados, do que na quantidade de curtidas que recebem. Não queremos que as pessoas sintam que estão em uma competição dentro do Instagram", afirma o grupo em comunicado.

A medida vem na esteira de uma discussão global sobre vício em redes sociais e smartphones, que tem pressionado desenvolvedores a apresentarem soluções ao problema. O Instagram já havia testado a função em maio deste ano, no Canadá.

Pelo Twitter, o vereador carioca Carlos Bolsonaro, considerado mentor das redes sociais do presidente Jair Bolsonaro (PSL), seu pai, criticou a medida e disse que a empresa tem o intuito de "barrar o crescimento dos que pensam de forma independente".

Bolsonaro ainda afirmou que o Instagram, ao usar o combate ao bullying como justificativa para a medida, segue a "cartilha ideológica progressista" e tenta manipular informação.
A assessoria da rede reforçou as informações do comunicado e não quis comentar diretamente as declarações.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados