Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Inspeção predial: check-up de edificações pode evitar tragédias
Tribuna Livre

Inspeção predial: check-up de edificações pode evitar tragédias

O desabamento da área de lazer do condomínio residencial de luxo Grand Parc, em Vitória, completa três anos em julho. Casos como esse podem ser evitados com a observância de cuidados como o atendimento às normas técnicas e a realização de inspeção predial adequada.

A inspeção predial pode ser entendida como um check-up estrutural, fundamental para conhecer o real estado de conservação das edificações e definir critérios de manutenção adequados, a fim de evitar acidentes como o do Grand Parc.

No Espírito Santo, apenas Vitória conta com uma Lei de Inspeção Predial, aprovada em abril de 2019, que trata sobre a obrigatoriedade da realização de inspeção e plano de manutenção em edificações.

A consequência da falta de leis específicas é que, infelizmente, apesar de saberem que a manutenção deve ser feita, muitos condomínios só a fazem quando há obrigatoriedade ou punição.
No caso específico do Grand Parc, por ser uma edificação nova, não haveria ainda a obrigatoriedade de inspeção.

No entanto, o caso reforça a necessidade de que, independentemente da força da lei, façam-se as vistorias de forma preventiva para que possíveis anomalias sejam identificadas e corrigidas precocemente.

São muitos os detalhes observados durante uma visita de avaliação de imóvel. No laudo de inspeção, registramos todo o padrão construtivo, a natureza da ocupação, a idade e o grau de utilização do local.

Catalogam-se, inclusive com fotos, as eventuais anomalias, tais como fissuras, trincas, entre outros.

As fundações, o estado do aterramento do lote e as condições de impermeabilização até a limpeza das calhas, as instalações elétricas e os revestimentos são avaliados.

Ao final da visita técnica, é entregue ao solicitante da inspeção, seja público ou privado, uma indicação de medidas corretivas a serem tomadas.

O laudo não garante que acidentes não aconteçam, mas o documento oferece mais segurança para resguardar as vidas dos que vivem na edificação e daqueles que estão transitando próximo ao local.

O profissional envolvido nas obras ou na inspeção de edificações deve ter conhecimento técnico das normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) sobre manutenção e levar em consideração a especificidade das orientações para cada tipo de material: para o gesso, para alvenaria, para o concreto, entre outros.

Quando a construção apresenta desempenho fora do esperado ou manifesta patologias, é provável que as normas não tenham sido cumpridas na íntegra.

Vale lembrar que as normas são recomendações. No entanto, o artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor e as Leis Municipais tornam obrigatório o atendimento às normas e, a partir do momento que determina que se cumpra determinada recomendação, ela também passa a ter força de lei.

Outro item a ser observado é que a falta de manutenção adequada e em tempo hábil de prédios, casas, estabelecimentos comerciais, entre outros, desencadeia problemas que vão além da ordem financeira. Infelizmente, há prejuízo humano em relação à vida. Os acidentes podem gerar sequelas e até a morte, como no caso do Grand Parc.

Giedre Ezer Maia é conselheira do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Espírito Santo (CAU/ES).

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Um Barracão de memórias

Bianualmente, sempre no mês de julho, ex-alunos do antigo Colégio Agrícola de Santa Teresa se reúnem para um grande encontro festivo. Memórias de um período de vida que marcou toda uma geração, e na …


Exclusivo
Tribuna Livre

A nova cobertura dos benefícios do INSS

O Governo Federal poderá abrir uma concorrência para acabar com o monopólio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na cobertura dos chamados benefícios de risco não programados, como auxílio-d…


Exclusivo
Tribuna Livre

A pasta para dentes e a propaganda abusiva

No Ocidente, os egípcios e gregos foram os primeiros a compor uma mistura para limpar os dentes. A fórmula era bastante variada (cinzas, casca de ovo, pedra-pomes, ervas, carvão, hortelã...). …


Exclusivo
Tribuna Livre

A música romântica e a visão de mundo

Em 1995 escrevi algo sobre a as diferenças entre o romantismo pós-wagneriano e o estilo francês (impressionista, pós-impressionista, de Stravinsky, de Satie, etc). Hoje, retomo ao tema, estando …


Exclusivo
Tribuna Livre

Mercado de trabalho e o profissional do futuro

Com um mercado de trabalho que muda a cada dia, muitos profissionais ficam em dúvida sobre qual caminho seguir. Afinal de contas, vale a pena investir em uma profissão do futuro? Quando é o momento …


Exclusivo
Tribuna Livre

Isenção do “imposto sobre a herança” no Espírito Santo

Como defensor público titular da 2ª Defensoria de Órfãos e Sucessões de Cariacica efetuo diariamente orientações aos meus assistidos sobre as regras legais para a elaboração de inventários e …


Exclusivo
Tribuna Livre

Dragagem ainda não trouxe os resultados esperados

As obras de dragagem no Porto de Vitória foram concluídas em outubro de 2017. A tão esperada dragagem previa que o canal passaria de uma profundidade de 11,7 metros para 14 metros e de 11,7 metros …


Exclusivo
Tribuna Livre

A intolerância do preconceito

Mais uma vez, ficamos chocados com ondas de ataques simultâneos às pessoas inocentes, morrendo, sem motivo aparente, senão à cor que mais uma vez se manifesta diante do racismo radical, abalando a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Competindo com eficiência

O Espírito Santo é o maior produtor mundial de pelotas de minério de ferro e o terceiro maior produtor de aço do Brasil, sendo que, juntos, os dois setores representam mais de 20% do PIB estadual, …


Exclusivo
Tribuna Livre

A polêmica “PL do saneamento”

Desde a edição da Medida Provisória (MP) 868 no ano passado, a necessidade de se estabelecer um novo Marco Regulatório sobre Saneamento Básico no País está em voga. É que na última década, os …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados