search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Informante de dentro do MP?
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Informante de dentro do MP?

O deputado Capitão Assumção (PSL) subiu ontem à tribuna da Assembleia e chamou de “inquérito vagabundo” uma suposta investigação que o Ministério Público teria contra ele. Seria só mais uma fala polêmica do capitão se, antes dos ataques, ele não tivesse dito que soube da investigação por parte de um policial que atua na Diretoria de Inteligência do MP. “Eu tive o desprazer de saber através de um policial de minha absoluta confiança de dentro da Diretoria de Inteligência que eu estou sendo monitorado oficialmente, grampeado, pela Diretoria de Inteligência do Ministério Público”, disse Assumção. A razão, segundo ele, seria um boato sobre uma nova greve da PM baseado num vídeo gravado por ele em 2009, em que diz que a única forma de chamar a atenção seria parar o País. “Tenho maior respeito com quem quer investigar minha vida, mas venham de mansinho. Porque se vier com conversa fiada, eu vou atirar primeiro, depois vou procurar saber quem é”. Procurado, o MP informou que não iria comentar.

Manato? Não!
O agente federal Gilvan Costa, ex-filiado do PSL, deve ir a Brasília para o lançamento da sigla do presidente Bolsonaro “Aliança pelo Brasil” e vai fazer resistência à possível entrada do presidente do PSL, Carlos Manato, no partido. Num vídeo postado em redes sociais, ele lançou a hashtag #ManatoNão e diz que não se filia ao Aliança se Manato entrar.

Na Justiça pelo DPVAT
O senador Fabiano Contarato vai recorrer à Justiça contra a MP que extingue o DPVAT. “A justificativa do governo não se sustenta: alega haver fraudes. Havendo, sua obrigação é combatê-las. Não podemos abrir mão de receita que indeniza todas as vítimas de acidente de trânsito e, em parte, ampara o SUS”. DPVAT é um seguro para vítimas de trânsito.

Juninho, a vassoura e o rato
O prefeito de Cariacica, Juninho, estava com outros voluntários limpando a sujeira deixada pela chuva numa casa quando de repente foi surpreendido por um rato. Sob os gritos de “pega o rato, prefeito”, Juninho deu quatro chutes no roedor. Mas o bicho só morreu depois do prefeito quebrar a vassoura nele.

PEC arquivada
O presidente da Câmara de Vitória, Cleber Felix, mandou arquivar a PEC que aumentava de 15 para 21 o número de vereadores na capital. A decisão ocorreu após uma reunião entre Cleber e outros parlamentares na tarde de ontem.

A PEC foi protocolada na quinta-feira passada com 10 assinaturas de apoio, mas, diante do desgaste, três vereadores pediram para retirar a assinatura no mesmo dia do protocolo e durante o final de semana.

Capixabas surdoatletas voltam com ouro da Suíça

As capixabas Thalita Mozer e Elidiany Oliveira voltaram para o Estado com medalha de ouro no pescoço após vencerem, pela seleção brasileira, o Campeonato Mundial de Futsal de Surdos 2019, na Suíça. As duas contaram com vaquinhas na internet e doações de amigos para participarem do campeonato, já que não têm patrocínio. Com a vitória no currículo, as famílias vão bater à porta do governo para que as jovens tenham incentivo para continuar no futebol.

Galeria

Emendas que ajudam
Duas emendas do deputado Sergio Majeski foram acatadas no PPA e podem ajudar a estudantes atletas. São R$ 4 milhões no Orçamento para financiar a participação de alunos em competições e R$ 10 milhões para garantir a permanência de estudantes de baixa renda no programa Nossa Bolsa.

Emendas que ajudam II
Já o deputado Alexandre Xambinho conseguiu emplacar três emendas para investimentos ao Hospital Materno Infantil da Serra, para a rodovia ES-010 e para o novo fórum da Serra.

Abrigo aos enfermos
O deputado Lorenzo Pazolini protocolou projeto que investe em Casas de Passagens para pacientes que precisam se deslocar do seu município para atendimentos médicos. O paciente teria direito a um acompanhante, devendo comprovar o tratamento pelo SUS.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados