Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

"Impaciência é um veneno", alerta Coach Senior e Trainer

Notícias

Cidades

"Impaciência é um veneno", alerta Coach Senior e Trainer


José Roberto: “Pessoas impacientes têm uma tendência à procrastinação” (Foto: Everton Rosa)
José Roberto: “Pessoas impacientes têm uma tendência à procrastinação” (Foto: Everton Rosa)
Não é nada fácil manter a paciência diante das adversidades. A correria e o imediatismo da vida moderna abrem espaço para o estresse e a ansiedade, sensações ruins que podem comprometer o bem-estar e, inclusive, impactar de forma negativa a saúde.

Presidente e fundador do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), o escritor, palestrante e Master Coach Senior e Trainer (tradução livre de mestre treinador sênior) José Roberto Marques destacou que sentir raiva é o mesmo que ingerir um veneno e esperar que outra pessoa sinta as consequências desse ato. Quando se trata da impaciência, o efeito é praticamente o mesmo.

“Sentir estresse não traz soluções para um problema e apenas serve para que se sinta pior. Inclusive, essa sensação ruim pode fazer com que aja de maneira impensada e tome atitudes prejudiciais tanto para você quanto para outras pessoas”, destacou.

Na opinião do pioneiro em coaching no Brasil, a paciência é essencial para ser feliz porque através dela é possível manter a serenidade para tomar decisões sensatas e se concentrar em realmente resolver problemas, e não os tornar maiores.

“Ter paciência é saber aceitar que não somos iguais, que podemos errar e saber ouvir verdadeiramente. Para respeitar e ser respeitado, é fundamental desenvolver comportamentos positivos e que favoreçam a boa convivência e a cordialidade. Por isso, o exercício da paciência, o ser paciente, é tão importante”, defendeu o especialista.

E dá para aprender a ser mais paciente? José Roberto Marques garante que sim. “A meditação é um exemplo de atividade diária maravilhosa que pode ajudar. Além disso, é interessante focar apenas no momento presente, manter os ambientes organizados, gastar parte da sua energia tornando reais os seus sonhos e planos e se manter leve: nosso humor é diretamente impactado pela qualidade de nosso estado interno, por isso, escolha sempre pensamentos que te deem a sensação de estar leve, perceba o mundo sem julgamentos e sorria.”

Quem ele é

José Roberto Marques é master Coach Senior e Trainer, e presidente e fundador do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC). É um dos pioneiros em coaching no Brasil e inovou ao desenvolver a exclusiva metodologia Self Coaching, que dá base ao Professional & Self Coaching, o curso de coaching mais completo do mundo.

A Tribuna -  A impaciência é a maior vilã de quem deseja alcançar o sucesso?
José Roberto – Sim. A impaciência é o maior veneno do dia a dia. Acredito que a paciência é uma virtude essencial para ter relacionamentos positivos, lidar com situações do dia a dia, conviver com colegas de trabalho, enfim, para viver bem.

Quando ela não se faz presente na vida de alguém, abre-se espaço para o estresse e a ansiedade, sensações ruins que podem comprometer o bem-estar e, inclusive, impactar de forma negativa aqueles que desejam alcançar o sucesso.

Por que a paciência é tão importante para o sucesso das relações interpessoais?

Porque a convivência depende quase que exclusivamente disso. Ter paciência é saber aceitar que não somos iguais, que podemos errar, e saber ouvir verdadeiramente. Para respeitar e ser respeitado, é fundamental desenvolver comportamentos positivos e que favoreçam a boa convivência e a cordialidade. Por isso, o exercício da paciência é tão importante.

Acredito que um bom relacionamento interpessoal é o resultado de um bom relacionamento intrapessoal, ou seja, reflexo da forma como nos relacionamos conosco.

Quais são os problemas decorrentes da impaciência na vida das pessoas?

A impaciência é verdadeiramente um mal. Os tempos modernos nos tornaram seres imediatistas, dependentes de soluções e ações rápidas, práticas. E, dificilmente, nestas situações, agimos com calma e paciência para resolver os conflitos que surgem. Independente da frequência, ser impaciente pode ser prejudicial de diversas formas, como a obesidade, hipertensão e até acarreta o envelhecimento. Além disso, pessoas impacientes têm uma tendência à procrastinação crônica.

Saber ouvir é tão importante quanto falar?

Muito mais importante. Saber ouvir é uma virtude. Em minhas turmas de formação em Coaching, usando a metodologia que criei, Coaching com Alma, eu ensino os meus alunos a ouvir na essência. Acredite, não há nada mais poderoso. Saber ouvir é importante para chegar a um ponto que seja positivo para todos.

Pessoas muito pacientes podem ser confundidas como acomodadas?

Acredito verdadeiramente que não. As pessoas pacientes tendem a ter sempre uma ideia de sucesso, pois, antes de tudo, ela teve a paciência de pesquisar e analisar e, claro, esperar paciente o resultado desta ação para não se precipitar e interromper algo de boa qualidade antes do resultado. É preciso saber diferenciar uma pessoa paciente de uma pessoa acomodada. A pessoa acomodada não é proativa e, geralmente, não faz mais do que a sua rotina, não tem o senso de mudança.

Uma pessoa ansiosa e estressada consegue se tornar mais serena?

Sim. A ansiedade é um estado caracterizado por episódios de medo, apreensão, desconforto, mal-estar, insegurança, estranheza em relação ao ambiente ou a si mesmo e pela sensação de que algo ruim está para acontecer.

Além das soluções medicamentosas, existem algumas alternativas naturais que acabam complementando o tratamento, como realizar atividades físicas, evitar pensamentos negativos, trabalhar a respiração, dormir bem e o autoconhecimento são ações poderosas para fazer no dia a dia.

Identificar o que faz perder a paciência é um bom começo?

Quando você tem uma percepção clara de quem você é, o que te motiva e quais são as crenças que te limitam é mais fácil interromper gatilhos que tiram a sua paciência.

A paciência não é algo que pode ser construído da noite para o dia, mas alguns exercícios podem ajudar, como sair da sua zona de conforto e tentar coisas novas, mesmo aos poucos, exercitando assim a sua paciência em aprender, a aprender a escutar, pois a impaciência faz com que as pessoas mantenham o foco no problema, impedindo que pensem nas soluções.

Alguns especialistas dizem que é possível praticar a paciência diariamente. Concorda?

Concordo plenamente. Alguns exercícios podem ajudar, como manter o foco no aqui e no agora; organizar os ambientes, pois isso ajuda a manter o equilíbrio e autocontrole, além de otimizar o tempo; estar com pessoas que amamos e temos afinidade e confiança faz toda diferença na qualidade de vida e no autocontrole emocional.

Devemos ainda dedicar um tempo para cuidar de si, tornando reais sonhos e planos; ser congruente, pois pensamentos e ações precisam falar o mesmo idioma. Confie em si e seja leve, pois o riso contribui para a cura emocional diária.

Quais são os segredos para alcançar o sucesso?

Foco (saber exatamente o que quer, porque quer e aonde quer chegar), planejamento (ter uma meta, traçar objetivos e realizar ações para alcançar essa meta) e resiliência (não desistir na primeira adversidade) são diferenciais na busca por grandes resultados.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados