Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Idoso entra na Justiça por uso de imagem indevida na página "Sento a vara"

Notícias

Bombou na rede

Idoso entra na Justiça por uso de imagem indevida na página "Sento a vara"


Imagem antiga de João Franco circula em diversos perfis nas redes sociais (Foto: Reprodução / TJ-GO)
Imagem antiga de João Franco circula em diversos perfis nas redes sociais (Foto: Reprodução / TJ-GO)

Nas redes sociais, você já deve ter visto a imagem de um homem de chapéu, com mensagens preconceituosas, agressivas e depreciativas. A página "Sento a Vara", do Facebook, tem 4,4 milhões de seguidores, mas agora está sendo processada na Justiça.

O autor do processo é o aposentado João Nunes Franco, hoje com 92 anos. João teve sua imagem utilizada de forma indevida pela página e entrou na Justiça para que a página parasse de utilizar sua foto. A Justiça já condenou o autor da página em R$ 100 mil.

As informações são do site G1 Goiás.

Segundo João, a foto foi tirada quando ele tinha 50 anos, em 1977, durante uma festa. Em 2012, ele cedeu a foto para uso em um blog, chamado "Gente de Campo Grande", para contar a história de moradores da cidade.

Dois anos depois, a imagem foi utilizada por Henrique Soares da Rocha Miranda, proprietário da página "Sento a Vara". No perfil, mensagens como "Te sento a vara moleque baitola" e "A vida não é fácil mas eu tô".

Ao G1, o autor se defende e diz que achou a imagem na internet e pensou ser de domínio público. Após o processo, ele substituiu a imagem por uma caricatura.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados