search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Idosa de 92 anos mata o filho para evitar ser mandada para asilo

Notícias

Publicidade | Anuncie

Internacional

Idosa de 92 anos mata o filho para evitar ser mandada para asilo


 (Foto: BBC News)
(Foto: BBC News)

Uma senhora de 92 anos foi detida após ser acusada de assassinar seu próprio filho com o objetivo de evitar ser mandada para o asilo. O caso ocorreu no Arizona, nos Estados Unidos.

Segundo a polícia local, Anna Blessing teria discordado das intenções de seu filho de colocá-la em um asilo por alguns dias. “Você tirou a minha vida, então eu estou tirando a sua”, disse a idosa ao ser retirada da casa onde morava com o filho e a nora.

O filho de Blessing, desejava que a mãe se mudasse para um asilo por segundo a polícia local, teria “ficado difícil a convivência com ela”.

De acordo com a polícia, a mãe então, escondeu duas armas de fogo em sua bolsa antes de ir confrontá-lo.

Durante a discussão ela pegou um revólver, que foi comprado no ano de 1970 e atirou contra a vítima, seu próprio filho.

A idosa foi contida pela nora que a segurou, entretanto ela ainda conseguiu se soltar e buscou uma segunda pistola. Mais uma vez a mulher de seu filho a segurou e chamou a polícia. Em depoimento a idosa disse que merecia morrer e assumiu o crime.

Ela foi acusada de homicídio qualificado, com agravante de sequestro, e sua fiança foi fixada em RS$ 500 mil (cerca de R$ 1,95 milhão).
 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados