Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Grêmio chega à oitava semifinal com Renato e comprova força em mata-mata

Esportes

Esportes

Grêmio chega à oitava semifinal com Renato e comprova força em mata-mata


 (Foto: Reprodução /Instagram )
(Foto: Reprodução /Instagram )
O Grêmio gosta de ser chamado de "copeiro", ou seja, um clube especialista em torneios eliminatórios. A vitória diante do Bahia, que garantiu classificação na Copa do Brasil, ajuda a reforçar o status do clube e, principalmente, a marca do trabalho de Renato Gaúcho.

Na atual passagem do treinador, o time tricolor já acumula oito semifinais. Na Copa do Brasil, é a terceira semifinal do Grêmio com Renato. Na história do clube, é a décima quarta classificação a essa fase do torneio, criado em 1989.

O filme de 2019 repete a história de 2016 e 2017. A campanha que destoa é a do ano passado, quando o Grêmio foi eliminado pelo Flamengo nas quartas de final da Copa do Brasil.

A conta cresce com as jornadas na Libertadores, onde o tricolor chegou até a semifinal em 2017 e também na temporada passada. Soma-se ainda o Campeonato Gaúcho, de 2018 e da atual temporada, e até o Mundial de Clubes em Abu Dhabi, onde o Grêmio encarou o Pachuca, do México.

"Nosso time está acostumado a esse tipo de competição. É um grupo experiente, a base é sempre a mesma dos últimos anos e o Renato vem com continuidade. Nosso grupo gosta de Copa e isso passa pelo trabalho do Renato", disse Pedro Geromel após o jogo na Fonte Nova.

Os números confirmam aquilo que Renato e o Grêmio já indicaram nas entrelinhas há tempos. Em 2017, mesmo com chance de disputar o título do Campeonato Brasileiro com o Corinthians, o clube gaúcho preservou jogadores para concentrar forças na Libertadores e Copa do Brasil.

Na temporada seguinte, de novo com chances de beliscar o topo da tabela no início do Brasileiro, o Grêmio investiu pesado na Libertadores. Coincidência ou não, em 2017 e 2018 o clube gaúcho terminou o Brasileirão como quarto colocado, com diferença significativa de pontos em relação ao campeão.

No ano passado, por exemplo, foram 14 pontos a menos. Na temporada anterior, a distância foi de 10 pontos.O Grêmio volta a campo no sábado, quando visita o Internacional pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. No dia 25, o time volta a jogar mata-mata: recebe o Libertad-PAR, em jogo de ida das oitavas de final da Libertadores.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados