search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Governo terá de buscar votos no recesso branco
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Governo terá de buscar votos no recesso branco

O governo federal terá de correr contra o relógio para aprovar a reforma da Previdência antes que a conjuntura política e econômica possa se tornar ainda mais desfavorável ao presidente, a ponto de contaminar as articulações em curso.

Pelos cálculos mais otimistas no cronograma atual, Planalto e Economia terão 20 dias para virar votos entre a aprovação do texto na Comissão Especial e a apreciação do projeto no plenário Há mais um complicador: esse período curto deve coincidir com os festejos juninos, o recesso branco do Congresso.

Contabilidade. Onyx Lorenzoni (Casa Civil), capitão da articulação política, tem contado o número de parlamentares que recebe para rebater as críticas de que não dialoga. Já foram 386 desde o início do governo - ou 2,8 por dia.

Alívio. Os deputados que estão tocando a reforma da Previdência na Comissão Especial acharam boa a ida do ministro da Educação à Câmara. Com isso, a oposição direcionou suas atenções para ele e, na comissão, as audiências ocorreram com menos embates.

Corre. Há uma movimentação na Câmara para apresentar uma emenda à PEC da Previdência com o texto idêntico ao que muda a aposentadoria dos militares. Deputados estão incomodados com a demora no andamento desse projeto.

A lista. São ao menos cinco os deputados cotados para substituir o líder Major Vitor Hugo (PSL-GO): Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), Cláudio Cajado (PP-BA), João Campos (PRB-GO), João Roma (PRB-BA) e Marco Feliciano (Pode-SP).

Os russos. Joice Hasselmann (PSL-SP) já procurou alguns. Só tem um problema: Jair Bolsonaro ainda não está convencido da necessidade de mudar a liderança.

Consolação. Caso a mudança se concretize, a ideia é arrumar alguma relatoria importante, ou outro posto para Vitor Hugo (PSL-GO). Está no radar a presidência da Comissão Especial dos militares ou o comando de um ministério menor.

Timing. Colegas de Roma acham que não é o momento de ele assumir o posto, porque acumulou desentendimentos na tramitação da Medida Provisória (MP) que reduziu ministérios.

Ele lá... Em visita a Rodrigo Maia (DEM), líderes do Centrão fizeram uma avaliação sobre os protestos recentes. O entendimento geral é de que Bolsonaro jogou gasolina na fogueira O Presidente, porém continua convencido de que o confronto é a melhor estratégia.

...e nós cá. Reforçaram ainda o entendimento de que o Legislativo não pode mais depender do Executivo para pautá-lo. Vão selecionar propostas com apelo popular, como o pacote anticrime de Sérgio Moro. Aliás, o ministro da Justiça também passou por lá. 

Deixa com eles. Apesar de entenderem como de potencial explosivo as revelações do Ministério Público (MP) a respeito de Flávio Bolsonaro, a possibilidade de uma CPI está, por ora, descartada. Parlamentares acham que o MP, até agora, está fazendo sua parte. 

Liturgia. O prazo para o ministro da Economia, Paulo Guedes, enviar o detalhamento dos dados da nova Previdência requerido pelo senador José Serra (PSDB-SP) terminou nessa quinta (16), sem resposta. A Mesa Diretora da Casa abrirá processo para cobrar a Pasta.

Pronto, falei!

"A crise é grave, a Previdência demora, mas pelo menos o nível de declarações escatológicas vai declinar."

Arthur Virgílio, prefeito de Manaus, sobre Olavo de Carvalho dizer que não falará sobre política.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

Entorno de Huck vibra com ataque de extremos

Cresce entre apoiadores de Luciano Huck a sensação de que ele está no caminho certo. O motivo? Começou a “apanhar” dos extremos. Em entrevista recente, Lula disse que Huck “não representa a centro-es…


Exclusivo
Coluna do Estadão

Líder do DEM é favorito para comandar CMO

De olho nas eleições municipais deste ano, a cúpula do Congresso tem se articulado para indicar o líder do DEM, Elmar Nascimento (BA), para o comando da Comissão Mista de Orçamento neste ano. A …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Maia terá ainda mais poder, preveem líderes

Se quiser fazer avançar seu governo, Jair Bolsonaro terá de conviver em harmonia com um Rodrigo Maia ainda mais poderoso neste ano, avaliam líderes do Congresso. É o preço a ser pago pelo Presidente …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Com ou sem Regina, guerra cultural seguirá

A demissão de Roberto Alvim e a péssima repercussão do malfadado vídeo com alusões ao nazismo foram um revés para a guerrilha bolsonarista, mas não deverão motivar um cavalo de pau no rumo da …


Exclusivo
Coluna do Estadão

MPF quer manter poder de delações premiadas

Associações de procuradores federais e membros da Procuradoria-Geral da República (PGR) estudam pontos do pacote anticrime sancionado por Jair Bolsonaro que podem ferir a atuação dos Ministérios …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Homicídios mantêm tendência de queda

Em mais um passo para transformar o combate à violência na principal bandeira da gestão Sergio Moro, o Ministério da Justiça passa a divulgar a partir de hoje os dados de homicídios dolosos de mais …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Ex-bolsonaristas de SP negociam formar chapa

Após ter se separado do clã Bolsonaro, o PSL está livre na pista e dá sinais de que fará a fila andar: em São Paulo, busca se aproximar do MBL. A convergência entre o partido e o movimento passa …


Exclusivo
Coluna do Estadão

DEM e PDT a caminho de aliança no Nordeste

Apesar do atual cenário de polarização política, direita e esquerda caminham para fechar uma importante aliança eleitoral no Nordeste: DEM e PDT devem compartilhar palanques nas eleições municipais …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Centro ainda procura voz contra polarização

O noticiário deste início de ano deixou de cabelo em pé quem ainda acredita no surgimento de um “centro democrático e ponderado” a tempo das eleições deste ano no País: a crise EUA versus Irã e a …


Exclusivo
Política Coluna do Estadão

Articulação sonha com “economia solidária”

A menos um mês da volta aos trabalhos no Congresso, membros da articulação política sonham com uma equipe econômica “menos independente” e “mais solidária” com o governo. A ideia deles é mudar o …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados