Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Governador bate na porta do TCU
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Governador bate na porta do TCU

O governador Renato Casagrande volta a Brasília na semana que vem e, pela segunda vez, vai bater na porta do Tribunal de Contas da União (TCU) para tentar destravar as obras de duplicação da BR-262. A agenda será na terça-feira e vai contar com a pressão da bancada federal capixaba.

O impasse, que envolve o TCU, o Dnit e o consórcio de empresas que venceu a licitação dura mais de quatro anos, já que a contratação da duplicação de 52,6 km foi em 2014.

Na capital federal, o governador também vai ao Ministério do Desenvolvimento Regional e à Caixa Econômica Federal.

Ele vai tratar de convênios para obras de macrodrenagem no Estado, que irão contemplar os municípios de Vila Velha, Cariacica e Viana. São convênios já existentes que necessitam da aprovação de projetos. Parte do convênio conta com as emendas da bancada federal.

Sem canetada!
O senador Fabiano Contarato, que preside a Comissão de Meio Ambiente do Senado, vai chamar o ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque, para dar explicações.

Ele quer que o ministro explique a proposta de autorizar mineração em terras indígenas. “Não podemos permitir novos avanços de mineração sobre o território numa canetada”.

Cuidado com o vizinho!
Das mulheres que relataram terem sofrido violência no último ano, segundo pesquisa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 76,4% disseram conhecer o agressor. Sendo que em 23,8% dos casos, o agressor foi o marido, companheiro ou namorado; em 15,2% foi o ex, e em 21,1% o agressor foi o vizinho. O último dado chamou a atenção dos pesquisadores.

Acompanhante, não!
O deputado Lorenzo Pazolini protocolou indicação ao governador para mudar a nomenclatura dos profissionais que auxiliam os condutores no transporte coletivo escolar. Hoje, eles são chamados de “acompanhantes” e Pazolini quer mudar para “monitores”. “Para evitar valoração depreciativa que o atual termo, equivocadamente, traduz”.

Hércules faz vistoria em hospital
O presidente da Comissão de Saúde da Assembleia, deputado Hércules Silveira, fez uma visita técnica, na última quinta-feira, ao Hospital Francisco de Assis, em Guarapari.

O Conselho Regional de Medicina abriu sindicância para investigar médicos da unidade por conta da morte de bebês na unidade. “Cheguei lá de surpresa, estava tudo limpinho. Solicitei relatório dos óbitos”.

Mais medidas de combate à violência doméstica
Mais políticos apresentaram propostas para combater a violência contra a mulher. A senadora Rose de Freitas destacou um de seus projetos que prevê demissão, por justa causa, de homens que agredirem mulheres. O deputado estadual Alexandre Xambinho protocolou projeto que cria 10 medidas para combater a violência contra a mulher e o federal Sergio Vidigal comemorou seu projeto que virou lei que prevê atendimento policial especializado, ininterrupto e prestado preferencialmente por profissionais do sexo feminino.

Corte de água e luz
A deputada Raquel Lessa apresentou projeto de lei que proíbe o corte de luz e água, por inadimplência, em dias que precedem feriado e fim de semana. Em Vitória, o vereador Sandro Parrini tem projeto parecido, que proíbe o corte, além de água e luz, de serviços de telefonia e internet.

Revisão dos royalties
Chegou à Assembleia ofício da Prefeitura de Itapemirim, pedindo que, junto ao governo, seja feita revisão nos cálculos de divisão de royalties da exploração de gás natural.

Vai entender...
Em live que fez no Facebook na última quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro sugeriu aos pais arrancar as páginas da caderneta de vacinação de adolescentes que mostram, com fins educativos, imagens das genitálias. Mas nem citou o vídeo com pornô gay que compartilhou em seu Twitter, que também é seguido por crianças e adolescentes.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados