Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Goleiros brilham, Gre-Nal termina em 0 a 0 e deixa decisão toda para Arena

Esportes

Esportes

Goleiros brilham, Gre-Nal termina em 0 a 0 e deixa decisão toda para Arena


Internacional e Grêmio não saíram do 0 a 0 na primeira partida da final do Gauchão, neste domingo (14), no Beira-Rio. Com destaque para as participações dos goleiros, Marcelo Lomba e Paulo Victor, a decisão do título deste ano ficou toda para o jogo de volta, na Arena.

O compromisso final será na quarta-feira às 21h30 (de Brasília). Não há saldo qualificado na final, portanto o campeão será decidido em saldo simples. Ou seja, quem ganhar é campeão e qualquer empate leva a decisão para as cobranças de pênalti.

O Internacional recuou suas linhas e, mesmo em casa, respeitou o Grêmio. Sem proporcionar jogadas de criação através de trocas de passe, o Colorado abusou da ligação direta e o pouco que criou foi a partir de Paolo Guerrero. O peruano, porém, sofreu em meio a Kannemann e Geromel, vencendo poucos duelos. A principal chance do primeiro tempo veio aos 32 minutos, quando Patrick driblou marcadores e cruzou, Guerrero e Edenílson dividiram mas a bola não entrou.

O Grêmio "encaixou" Jean Pyerre num caminho sabidamente frágil do Inter. Do meio para esquerda. A postura do armador deu superioridade numérica pelo lado menos eficiente da zaga vermelha. Zeca e D'Alessandro não conseguiram conter as investidas rivais e ao menos duas vezes o lateral gremista Bruno Cortez conseguiu efetuar cruzamento sem marcação. Mas errou o gesto técnico. O Grêmio foi absoluto nas trocas de passes e esteve perto de marcar logo aos 21 minutos, quando Alisson acertou a trave.

No fim do primeiro tempo, o técnico Renato Gaúcho se irritou com uma entrada de Cuesta em Matheus Henrique. O treinador chegou a pisar no campo de jogo, com dedo em riste e proferindo palavras contra o argentino. Os jogadores cercaram ambos, criou-se um bolinho e confusão. Odair Hellmann, irritado com o caso, foi até o árbitro Leandro Vuaden ao fim do primeiro tempo e reclamou bastante.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados