Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ginecomastia na adolescência
Doutor João Responde

Ginecomastia na adolescência

Doutor João Evangelista, médico e colunista de A Tribuna (Foto: Arquivo/AT)
Doutor João Evangelista, médico e colunista de A Tribuna (Foto: Arquivo/AT)
O crescimento das mamas em homens pode criar constrangimentos de cunho estético.Anormalidade benigna, passível de correção, a ginecomastia é caracterizada por um excesso de tegumento, gordura e glândula mamária.

A doença se confunde muitas vezes com a lipomastia, que se trata apenas do acúmulo de gordura na região.

Ginecomastia é causada por desequilíbrio hormonal, mas não é uma associação meramente quantitativa, pois a mama do paciente pode, por exemplo, ter sensibilidade exagerada à quantidade normal de hormônios produzidos pelo organismo.

Outra hipótese é o homem ter alguma enfermidade que provoque o aumento da produção de hormônios.

Atualmente, uma associação preocupante é o uso de anabolizantes e suplementos, usados para produzir hipertrofia muscular e que desencadeariam a patologia.

Além disso, alguns antibióticos e uma lista significativa de substâncias para tratar hipertensão arterial e gastrite têm efeito no crescimento das mamas em homens.

Estudos também comprovam a relação entre o consumo de álcool e o uso de maconha e cocaína com o aumento do tecido mamário.

Apesar de bastante raros, faz parte do protocolo de investigação da causa da patologia, descartar a hipótese de tumores nos testículos, pulmões ou fígado. Felizmente, a maioria dos homens com ginecomastia não apresenta nenhuma causa conhecida.

Cerca de 80% dos adolescentes desenvolvem ginecomastia púbere. Trata-se de um quadro reversível, transitório, caracterizado por uma “pedra” no peito com sensação dolorosa. Após esse período, o processo regride e estabiliza.

Nos idosos, a incidência também é alta, entre 60 e 70%. A ginecomastia senil aparece durante a andropausa, com queda na produção dos hormônios masculinos. Nesse caso, não é reversível, podendo estacionar ou crescer.

No início da doença, o incômodo não se restringe ao volume das mamas, mas a sensação desconfortável. Nesse período, é possível estabilizar o estímulo hormonal e eliminar a dor com o uso de medicamentos específicos.

Passada essa fase, a abordagem cirúrgica deve ser indicada nos casos dos pacientes que se sentem constrangidos socialmente. Conviver com o problema, ser alvo de piadas e não tirar a camisa em público geram condições psicossociais que podem levar o indivíduo a optar pela cirurgia corretiva.
A maioria dos homens que apresenta essa alteração tem constituição viril, mas o contorno feminino dos seus seios torna-se uma fonte importante de constrangimento.

O normal no sexo masculino é não haver crescimento do tecido mamário. Normalmente, a ginecomastia apresenta-se unilateralmente, mas pode desenvolver-se, após meses, ou até mesmo anos, na outra mama. Quando há comprometimento bilateral, pode surgir assimetria.

Não é comum haver alterações significativas no mamilo e na aréola, embora possa ocorrer hipertrofia dos mamilos e alargamento das aréolas.

As manifestações limitam-se apenas na presença de massa palpável e leve dor à palpação, especialmente nos adolescentes. No entanto, na maior parte dos casos, a doença é assintomática.

O uso abusivo de bebidas alcoólicas e maconha pode predispor ao surgimento da ginecomastia. A consequência mais comum é a elevação dos estrógenos, redução dos andrógenos ou déficit nos receptores androgênicos.

Quando o motivo do surgimento dessa condição é a puberdade, recomenda-se esperar no mínimo dois anos, para observar se haverá regressão espontânea. Jovens que ingerem esteroides na pressa de alcançarem resultados satisfatórios em academias podem desenvolver ginecomastia.

Crescer de mãos dadas com a autoestima afasta os complexos que frequentemente empalidecem a fulgente juventude.


últimas dessa coluna


Exclusivo
Doutor João Responde

Causas de inchaço nas pernas

Quando falamos de “edema”, a primeira coisa que devemos levar em conta é que essa inchação não se trata de diagnóstico, mas de um sinal, uma alteração fisiológica que implica a presença de fluidos …


Exclusivo
Doutor João Responde

Importância da dor para a preservação da vida humana

Saúde e doença saem de um tronco único, visto que têm uma só e mesma base: a dor de crescer. Dor é uma experiência sensorial desagradável associada com lesão tecidual real ou potencial, refletindo a …


Exclusivo
Doutor João Responde

Doenças exantemáticas

Dezembro de 1978. Após frutificante período de faculdade, eu terminava o curso de Medicina. Durante as festividades de formatura, amanheci febril e com o corpo todo pintado de vermelho. Como …


Exclusivo
Doutor João Responde

Herpes-zóster, esse filho da catapora

Varicela é uma virose que afeta a criança e o adolescente, cujo nome foi criado para assustá-los na hora do médico informar que se trata da conhecida catapora. No primeiro dia de infecção, o vírus se …


Exclusivo
Doutor João Responde

Envelhecer é um privilégio

Velho não é sinônimo de imprestável. Ao contrário, alcançar os últimos degraus da idade pode trazer consigo um grande acúmulo de sabedoria. O que seria do mundo presente se não houvesse as lembranças …


Exclusivo
Doutor João Responde

Boqueira, essa incômoda feridinha

Queilite angular, chamada popularmente de boqueira, é um pequeno machucado doloroso que ocorre no canto da boca. Trata-se de uma dermatose comum, caracterizada por fissura e inflamação no ângulo dos …


Exclusivo
Doutor João Responde

Arroto: um sintoma mal-educado?

Para os árabes, arrotar depois da refeição é sinal de que o convidado apreciou o prato. Em nosso País, isso caracteriza falta de educação. Para o corpo, eructar é a maneira que o estômago encontra …


Exclusivo
Doutor João Responde

A prazerosa fome do apetite

O mais saboroso alimento depende da fome. O mais prazeroso prato depende do apetite. Dizem que beleza não se põe em mesa. Concordo, mas confesso que ela abre o apetite. Quando sentimos vontade …


Exclusivo
Doutor João Responde

Afeto faz bem à saúde

Experimente caminhar pelas ruas distribuindo abraços e apertos de mãos. Infelizmente, a maior parte das pessoas não retornará as demonstrações de afeto oferecidas por você. Algumas reagirão com …


Doutor João Responde

Tato, o olho da pele humana

O tato é o idioma do corpo. Vendo, ouvindo, cheirando, apalpando e sentindo sabores, percebemos o meio que nos cerca. Ao processar esses estímulos em nosso cérebro, nós os interpretamos, sejam como …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados