Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ganhei e comemorei. E aí?
Papo do Dias
Flávio Dias

Flávio Dias


Ganhei e comemorei. E aí?

Flamengo é campeão carioca (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)
Flamengo é campeão carioca (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)
O Flamengo, finalmente, sobrou na disputa contra seus rivais no Campeonato Carioca! A tão falada diferença técnica apareceu nos três últimos jogos do time na competição: no empate com o Fluminense (1 a 1), na semifinal do Carioca, e nas duas vitórias sobre o Vasco na decisão, ambas por 2 a 0.

“Peraí! Mas o Fla só empatou com Flu! Não venceu! Que sobra foi essa?”. Sim, apenas empatou – e graças a um frango do goleiro tricolor –, mas jogou melhor o tempo inteiro e jogou com a vantagem que o regulamento lhe dava.

Nos três jogos citados, o time passou a sensação de que vence quando quer.

Título carioca merecido. Afinal, o Flamengo foi também o time de melhor campanha geral.

E aí? O que isso significa?

Bom, primeiramente, é mais uma taça na sala de troféus. Perder o Carioca seria catastrófico para o Fla, que tinha sim a obrigação de ser campeão. Com o título, ganha paz e confiança para resolver a sua situação nas duas últimas rodadas da Libertadores.

Já para o Brasileirão, o título carioca não quer dizer muita coisa. Porque os principais adversários não são os outros três cariocas. No Brasileirão, a briga é contra Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio e Inter.

Estratégia errada

Pegando o gancho do parágrafo acima, li em vários sites que o Abel Braga pode escalar um time misto na primeira rodada do Brasileirão para priorizar a Libertadores. Para mim, um erro estratégico.

A estreia rubro-negra no Brasileirão é contra o Cruzeiro, no Maracanã! Ou seja, logo de cara um confronto direto por quem briga pelo título. Poupar os titulares é dar uma vantagem clara já no início da competição.

SOS

Vasco, Fluminense e Botafogo têm de ligar o sinal vermelho, porque o amarelo já foi há muito tempo.
Os três clubes vivem brigas internas de grupos políticos, sofrem com falta de gestão e se afundam em dívidas. Assim, a distância para o Flamengo só vai aumentar...


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados