search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

FNDE pode mudar de presidente mais uma vez
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


FNDE pode mudar de presidente mais uma vez

Com orçamento de R$ 54,5 bilhões, o ambicionado Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) deve ganhar o seu segundo presidente no governo Bolsonaro: sai Carlos Decotelli e entra Rodrigo Dias, ex-presidente da Funasa (Fundação Nacional de Saúde).

Se isso for confirmado, a oposição dirá que é a retomada do “toma lá, dá cá”: o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, está por trás da articulação da mudança, que ocorre após a aprovação da reforma da Previdência.

Montanha de dinheiro

O FNDE é um órgão central no MEC. Os políticos o querem porque movimenta 80% de todo o dinheiro destinado à educação.

Bilhões na veia

Os R$ 54,5 bilhões tornam o FNDE maior que muitos ministérios. Banca negócios milionários como livros didáticos, merenda escolar, Fies etc.

Padrinho inicial

Rodrigo Dias é ligado ao ex-ministro Alexandre Baldy, secretário dos Transportes Metropolitanos de São Paulo e amigo de Rodrigo Maia.

Ex-quase Anvisa

O ex-presidente Michel Temer (foto) chegou a indicar Rodrigo Dias, em 2018, para ser diretor da Anvisa. Mas não deu certo e ele desistiu.

PT é campeão de verbas do fundão partidário

O PT de Lula e Dilma é o partido político que mais recebeu verbas do Fundo Partidário, este ano: R$ 42,2 milhões segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O PSL do presidente Jair Bolsonaro ficou em segundo lugar com R$ 40,6 milhões em verbas públicas até junho. O total distribuído aos 21 partidos aptos a receber verbas, após a cláusula de barreiras, foi de R$ 365,3 milhões nos seis primeiros meses de 2019.

Troca de “líderes”

O PT lidera porque recebeu em janeiro a última parcela da legislatura anterior. Até o fim do ano, o PSL será o campeão de verbas partidárias.

Ex-campeão

O MDB, campeão de verbas em 2018, é apenas o quarto colocado, com R$ 26,6 milhões para bancar as atividades partidárias este ano.

Clube restrito

PSDB, PSD e PP fecham o grupo que mais fatura com a grana pública: R$ 28,2 milhões, R$ 24,5 milhões e R$ 23,8 milhões, respectivamente.

Ideologias no MP?

De acordo com a Fundação Perseu Abramo, a fundação política do PT, a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) é um “braço” do Ministério Público Federal que “é identificada com a esquerda”.

Conjunto da obra

O embaixador Guilherme Patriota foi reprovado no Senado, em 2015, pelo “conjunto da obra” que incluía o irmão ex-chanceler, do PT. Além disso, a então presidente Dilma perdia tudo no Congresso, na ocasião.

Resultados de Moro

O ministro Sergio Moro (Justiça) apresentou resultados, na terça-feira (16), que a “patrulha” ignora. Nos três primeiros meses do ano houve queda no número de estupros (-5%), homicídios dolosos (-22%), latrocínios (-23%), roubos de veículos (-30%) e cargas (-38%) em relação a 2018.

Faz falta

Ex-senadora, hoje secretaria de Relações Internacionais do Rio Grande do Sul, Ana Amélia teve a presença muito festejada na cerimônia de posse do novo presidente do BNDES, Gustavo Montezano.

Não se meteriam a bestas

A ideia de um amador na embaixada do Brasil em Washington (EUA) é péssima, mas com Eduardo Bolsonaro ao menos não ficariam impunes aqueles diplomatas, de modo algum profissionais, que se recusaram a trabalhar numa visita do então presidente Michel Temer a Nova Iorque.

Necessário é evitar colapso

Especialista em direito do Trabalho, o advogado Luiz Quevedo diz que entre a “reforma definitiva e a reforma possível”, o saldo atual confirma urgência e necessidade de “evitar colapso, no curto prazo, do sistema”.

Búfalo Gil

Ex-ponta-direita da Seleção Brasileira, do Fluminense e do Botafogo, “Búfalo” Gil sofreu um infarto na terça. O ex-atacante de 68 anos foi internado na Clínica Cardiológica de Laranjeiras, no Rio, e passa bem.

Pensando bem...

...com parlamentares e o Judiciário em recesso, a poeira baixou em Brasília.
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

Imprensa “demitiu” Moro mais de dez vezes em 1 ano

Sergio Moro é alvo de notícias de demissão desde a posse, num misto de torcida e desinformação. Já em fevereiro, Bebianno caiu por haver trombado com a família Bolsonaro, mas a imprensa imaginou que, …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Governo prepara plano para se comunicar melhor

Este ano de 2020 pode marcar uma virada na política de comunicação do governo Jair Bolsonaro, na “guerra de narrativas” que virou rotina no dia a dia. Será implantado um plano envolvendo todos os …


Exclusivo
Cláudio Humberto

F-1 procura Ibaneis para realizar GP em Brasília

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), vai se reunir hoje ao meio-dia com dirigentes da empresa norte-americana Liberty Media, que detém direitos da Fórmula 1, para tratar da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Se há prova de crime, “ataque à imprensa” é falácia

A Constituição assegura o direito de o jornalista preservar a fonte, e não é crime publicar denúncia baseada em documentos ou gravações levados ao repórter. Uma coisa é uma coisa. Outra coisa é …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Regina Duarte topa, mas pensa na rebordosa

A atriz Regina Duarte quer mesmo a Secretaria Especial de Cultura. Nem faz questão do status de ministério, apesar de considerar isso positivo. Faz questão é de estrutura e recursos, para uma gestão …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Petrobras tem gastos bilionários em patrocínios

A Petrobras distribuiu mais de R$ 1,77 bilhão em generosos patrocínios na última década. A maior parte, R$ 1,05 bilhão, foi entregue em apenas dois anos: 2013, início oficial da crise política e dos …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Aneel prefere queimar milhões de litros de diesel

Enquanto tramava a asfixia da energia solar, tentando taxar em 64% os que investiram em geração distribuída, a agência reguladora de energia Aneel trata como se fossem irrelevantes os 1,3 milhão de …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Se não copiou, é pior: Alvim pensa como Goebbels

Ex-secretário de Cultura, Roberto Alvim tornou ainda pior sua situação ao alegar que foi apenas “uma coincidência” a frase usada no patético discurso cujo autor original era ninguém menos que Joseph …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Adiando lei, STF assume “tutela” sobre os poderes

Ao adiar a vigência da lei do juiz de garantias, o Supremo Tribunal Federal (STF) assume sua “tutela” sobre o Executivo e o Legislativo, cujas decisões só são válidas após uma “segunda sanção” da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

“Taxar o sol” fere compromisso assumido em Paris

O lobby das distribuidoras de energia plantou na Aneel a ideia de taxar quem investiu na geração da própria energia, principalmente solar, mas as consequências poderiam ser gravíssimas se o president…


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados