Luiz Mantovani


Flamengo e Corinthians caminham juntos...

Flamengo e Corinthians, na prática, vêm adotando a mesma política em relação a elenco. Há muito só pensam em vender jogadores, tratando o clube como um mero negócio, deixando de lado o que pensam os torcedores.

Os paulistas estão num estágio mais avançado de liquidar os seus principais jogadores. Já bastante enfraquecido, o time perdeu agora Rodriguinho,  o seu melhor meia de criação.

O Flamengo negociou Éverton, Vinicius Júnior, Jonas, Vizeu e está acertando a ida de Aron para o futebol grego. Contratar, por enquanto, só o colombiano Uribe, depois das fracassadas tentativas de trazer o holandês Babel e o ex-botafoguense Vitinho, atualmente na Rússia.

Não será novidade se, depois de toda essa onda, os dirigentes alegarem dificuldades e acabarem ficando com o reforço caseiro de Mateus Sávio. Pelo menos até ele começar a fazer bobagens em campo, como em passado recente, antes de ser emprestado a um clube de segunda linha do futebol português. 

Tomara que queime a língua e Mateus se transforme no grande nome rubro-negro nessa fase pós-Copa. Mas se quiser ganhar títulos, o Flamengo precisará gastar um pouco do arrecadado com as vendas e com os contratos milionários de patrocínio. Laterais e um volante de qualidade estão entre as prioridades do time.