search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Fifa convida garotos tailandeses para entrega do prêmio de melhor do mundo

Notícias

Publicidade | Anuncie

Internacional

Fifa convida garotos tailandeses para entrega do prêmio de melhor do mundo


(Foto: EKATOL/Facebook/Reprodução)
(Foto: EKATOL/Facebook/Reprodução)

A Fifa anunciou nesta sexta-feira (13) que convidou os garotos tailandeses e o treinador que ficaram presos em uma caverna na província de Chiang Rai, na Tailândia, para acompanharem a entrega do prêmio de melhor do mundo.

A cerimônia ocorrerá em Londres, no Reino Unido, no dia 24 de setembro. Anteriormente a entidade havia feito convite para que assistissem à final da Copa do Mundo, no próximo domingo (15), em Moscou, mas a viagem à Rússia foi vetada por orientação médica.

"Nós estávamos rezando quando os jogadores estavam lá, e depois quando saíram. Tocou bastante porque era um time de futebol. Vocês devem lembrar quando jogavam quando eram crianças. Nós os convidamos para vir à final, mas não puderam vir por questões de saúde. Vamos convidá-los para o [prêmio de] melhor do mundo, e estamos pensando em outras atividades", disse o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Os meninos, com idades entre 11 e 16 anos, e o técnico de 25 anos acabaram presos na caverna no dia 23 de junho após forte chuva inundar o local. Eles foram encontrados com vida por mergulhadores e, em operação que durou três dias, todos foram resgatados até a última terça-feira (10).

Na sexta-feira da última semana (6), a Fifa enviou uma carta à FAT (Associação Tailandesa de Futebol, na sigla em tailandês) comemorando que o grupo foi encontrado com vida e apresentando o convite para eles irem à Rússia, com a ressalva de que a saúde deles permitisse a viagem.

Porém, ao final do resgate, o representante do Ministério de Saúde Pública do país, Thongchai Lertwilairattanapong, descartou a possibilidade. "Eles estão na fase de quarentena, o que obviamente leva tempo. Vamos tentar fazer com que vejam pela televisão", declarou.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados