Fazendo as pazes com o espelho

Eulália Naves é psicóloga hipnoterapeuta e coaching de emagrecimento. (Foto: Divulgação)
Eulália Naves é psicóloga hipnoterapeuta e coaching de emagrecimento. (Foto: Divulgação)
Fazer as pazes com o espelho significa não só fazer as pazes com aquela imagem exterior que aparece refletida no espelho, mas também fazer as pazes com aquela imagem interna que existe dentro de você e que faz com que você se veja como bonito/feio, gordo/magro, capaz/incapaz, aceito/rejeitado, valorizado/desvalorizado.

Quantas vezes as pessoas se olham no espelho e vêem uma imagem desbotada de si mesmo, um reflexo de si, introjetado, a partir de uma história de vida, com um arcabouço de emoções ora prazerosas ora profundamente desprazerosas e dolorosas. Desde o momento da sua concepção até os dias de hoje, as pessoas vão se distanciando do seu Eu verdadeiro, e projetam uma imagem criada na sua mente, que não se alinha com sua essência, desconfigurando nas mais das vezes o ser, em visões pré-concebidas.

Iniciei meus estudos relacionados à obesidade, me aprofundando no assunto através de técnicas de hipnose e toques de PNL, com o objetivo de ajudar as pessoas que têm dificuldade de controlar a sua vontade de comer, e buscam a comida, mesmo sem fome, de maneira inconsciente. O gatilho para deflagrar uma alimentação compulsiva pode ser uma ansiedade, uma frustação, uma decepção, ou como uma fuga de determinadas situações.

Mas após cederem ao impulso de comer, as pessoas acabam por desenvolverem outros processos de insatisfação, em consequência do aumento de peso, tais como: angústia, depressão e baixa autoestima. Aliado a isso, é comum sentirem-se desmotivadas na hora de comprar uma roupa nova, pois quase não encontram uma peça que lhes caia bem. O processo de autoexclusão advém, em virtude de sentirem-se envergonhadas na hora de tirar uma foto ou mesmo ir à praia, julgando-se diferente das outras pessoas e incapazes de se sentir bem consigo mesmas.

Sair desse lugar onde, um padrão comportamental, que virou hábito, não o escravize mais; onde seja possível conseguir ter domínio sobre si mesmo e mudar o jogo, admitindo a possibilidade de vir a ser uma pessoa desejante, cujo desejo possa fazer com que alcance os seus sonhos não está distante, muito pelo contrário, está ao alcance de você! Usando a mente, que é quem cria tudo na sua vida, e que através dos pensamentos torna o virtual em real, é perfeitamente possível aprender a criar uma nova realidade e transformar seus hábitos e sua vida em mais saudáveis e melhores para você.

Foi isso que mais me atraiu para encontrar um diferencial que fosse capaz de auxiliar essas pessoas a se olharem no espelho e verem quem realmente são: pessoas maravilhosas, lindas, capazes, atraentes, divertidas, enfim uma perfeita obra de Deus. O resultado vai muito além do espelho, e traduz-se em oportunizar às pessoas a descobrirem sua força, sua capacidade de superação, bastando para isso voltarem-se para si, na busca por compreender como funciona a sua mente inconsciente.

Ao assumir poder e controle sobre a mente, é natural o processo de transformação do hábito de buscar o alimento como meio de suprimir questões emocionais. Tornar-se finalmente é assumir a decisão de procurar trabalhar em seu favor, na busca por viver uma vida com plenitude e qualidade.

Eulália Naves é psicóloga hipnoterapeuta e coaching de emagrecimento


últimas dessa coluna


Mudanças sociais também aceleram o sofrimento humano

Mudanças nos contextos sociais, políticos, culturais e econômicos, ocorridas no mundo desde o século XIX e que se fortaleceram durante o século passado, trouxeram transformações relevantes para a …


Cláusula de desempenho ajuda, mas ainda não resolve tudo

A Emenda Constitucional nº 97 veio a combater um dos maiores males de nossa democracia: o pluripartidarismo desenfreado. No Brasil, atualmente, existem 35 partidos políticos registrados no Tribunal …


Aposentadoria por tempo de contribuição com os dias contados

O novo texto da reforma da Previdência está sendo lapidado pela nova equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro. Nos bastidores, estão vazando uma série de alternativas que estão sendo ventiladas …


Pintura não é apenas obra de arte, é uma obra para a arte

Nossos ancestrais de mais de 3 milhões de anos não se interessavam por arte. Viviam nas florestas da África saltando de galho em galho. Nossos retataravós, os australopitecus, mudaram da floresta …


Mais de 22 milhões de bagagens extraviadas por ano no mundo

Dentre as diversas expectativas para o ano que está começando, os analistas econômicos convergem num ponto: haverá considerável crescimento econômico no Brasil. O aquecimento da economia já está em …


Mercado de crédito digital é visto como grande negócio

Historicamente, a tomada de crédito sempre foi relacionada aos bancos tradicionais, o que acabava limitando o acesso a empréstimos por grande parte da população que, de alguma forma, não era …


RH digital: novas tecnologias na área de gestão de pessoas

O setor de Recursos Humanos (RH) está vivendo uma transformação sem limites graças às novas tecnologias e também à chegada das novas gerações ao mercado de trabalho. Como consequência, o relacionamen…


Linguagem não verbal dos profissionais bem-sucedidos

Como você é percebido ou gostaria de ser notado durante as suas conversas, reuniões, entrevistas e uma infinidade de atividades que exigem o ato de se comunicar bem? Embora a resposta possa …


Camata: sabedoria para governar no presente e pensar no futuro

Em 1983, Gerson Camata assumia o governo do Espírito Santo. Uma carreira política, já vitoriosa, se constituiria, a partir de então, como um marco da história política capixaba, e que se seguiria com …


Déficit fiscal traz dor de cabeça para o novo governo

O ano de 2019 inicia cercado de expectativas em relação à gestão do novo presidente da República e sua equipe. O Brasil vive uma situação fiscal dramática e, para este ano, o déficit previsto no …