Flávio Dias

Flávio Dias


Fantasma é real

Jadson na derrota do Flu para o Palmeiras (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Jadson na derrota do Flu para o Palmeiras (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Faltam quatro rodadas. Só quatro jogos para cada time. E Fluminense e Vasco ainda não resolveram suas situações no campeonato. O fantasma do rebaixamento é real para a dupla!

Os 41 pontos do time tricolor dão uma falsa sensação de tranquilidade. São apenas quatro pontos de vantagem para a Chapecoense, a primeira equipe no Z-4. Ou seja, duas rodadas. Situação preocupante porque o Flu estacionou. Não vence há quatro rodadas e não demonstra reação. Perdeu para Santos (3 a 0) e Vasco (1 a 0), empatou com o Sport (0 a 0) e perdeu para o Palmeiras (3 a 0). Perceberam que o time tricolor não faz gol?

A esperança de salvação está na sequência final de jogos. Não é lá das mais complicadas. Na próxima rodada, o Fluminense recebe o Ceará. É jogo de vencer ou vencer! Depois, visita o Bahia e o Inter. E encerra a competição contra o América/MG, no Maracanã.

Duas vitórias garantem a permanência, sem depender de outros resultados. Nas contas da torcida, elas devem — ou precisam — vir sobre Ceará e América/MG.

Outro fator pesa contra o Flu: a crise financeira. Era certo que quando a situação na tabela começasse a desandar, os problemas de salários atrasados e relacionamento entre elenco e diretoria começariam também a ser revelados.  Não deu outra!

Será que o Marcelo Oliveira tem habilidade para levar os jogadores na conversa? Sinal amarelo no Fluminense!

***

Azar de rebaixado?

Thiago Galhardo com cara de desânimo no empate com o Atlético/PR (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Thiago Galhardo com cara de desânimo no empate com o Atlético/PR (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Venho, já há algum tempo, alertando a torcida do Vasco sobre o perigo de rebaixamento. E se o final de alerta no Fluminense ainda é amarelo, em São Januário está no vermelho!

O Vasco começou a 34ª rodada a apenas um ponto da zona de rebaixamento. E terminou abrindo dois pontos. Bom, né? Nem tanto…

Na matemática do desespero, era fundamental ter vencido o Atlético/PR em casa. O empate no último lance foi uma bomba para a equipe em termos de classificação.

Se o Flu tem uma sequência final “tranquila”, os últimos quatro jogos do Vasco são de arrepiar! Sábado que vem, confronto direto contra o Corinthians, fora de casa! Na sequência, São Paulo e Palmeiras, ambos em casa, e, para fechar, o Ceará lá no Castelão. Com aquele detalhe que vale sempre lembrar: o time do Alberto Valentim ainda não venceu fora do Rio! E são dois jogos como visitante, os dois em confrontos diretos contra times que também lutam para não cair!

Vamos complicar um pouco mais? Vai jogar as partidas restantes sem o Ramon, lesionado. E não deve ter Maxi López, o “Salvador”, contra o Corinthians!

Sei não, mas o frango do Martín Silva contra o Grêmio e o gol sofrido no lance final do jogo contra o Atlético/PR são aqueles sinais de que está difícil acreditar… A saída? Tudo ou nada contra o Corinthians. E depois a gente vê no que dá!

Em tempo: Valentim barrou o Fabrício, finalmente! Mas inventou o Kelvin…

***

Fogão escapou!

Na hora do vamos ver, o Botafogo emplacou três vitórias seguidas e, apesar do risco matemático, escapou do rebaixamento. O time ainda não tinha conseguido uma sequência assim de vitórias na competição. Conseguiu no momento mais importante: venceu Corinthians, Flamengo e Chapecoense!
O futebol não empolga, o time não convence, mas agora é buscar mais uns pontinhos para jogar a Sul-Americana do ano que vem.