Notícias

Saúde

Famílias mudam hábitos para criar filhos saudáveis


Fábio Massarioli e Jéssica Soneguetti com o filho Bernardo, de cinco anos, que gosta de comer frutas e rejeita refrigerantes e frituras (Foto: Rodrigo Gavini/AT)
Fábio Massarioli e Jéssica Soneguetti com o filho Bernardo, de cinco anos, que gosta de comer frutas e rejeita refrigerantes e frituras (Foto: Rodrigo Gavini/AT)

É sabido que a chegada de uma criança proporciona à família uma série de mudanças na rotina, como novos horários e aumento na preocupação para proporcionar com o bem-estar dela. E pensando, principalmente, na saúde de seus filhos, as famílias têm mudado radicalmente seus hábitos alimentares para servir de exemplo para que os pequenos cresçam saudáveis.

Mas nem sempre essa mudança é fácil. Esse é o caso da família da universitária Priscila Lima, 30, mãe de Miguel, de 11 anos, e Matheus, 5.

Priscila contou que assistiu a documentários e pesquisou sobre a origem dos alimentos e decidiu mudar. Na casa dela não entram industrializados, como suco em pó ou macarrão instantâneo.

“Por ser mais prático, nós consumíamos muito esse tipo de alimento, e percebi que era preciso uma mudança primeiro na minha alimentação, para servir de exemplo. Comecei a fazer aos poucos, sempre com a preocupação além do modismo, para que eles crescessem em um ambiente saudável e mantenham esse hábito por toda a vida”, explicou.

A universitária acrescentou que, como o mais velho pratica esportes, ela também passou a se exercitar para acompanhá-lo.

Na casa da funcionária pública Gisele Grativol Venturi,41, e do empresário Márcio Silva Santos, 45, o que prevalece é o equilíbrio. Eles são pais da pequena Beatriz Venturi Santos, 8 anos, que até nos lanches que leva para a escola, opta por itens saudáveis. (Foto: Rodrigo Gavini / AT)
Na casa da funcionária pública Gisele Grativol Venturi,41, e do empresário Márcio Silva Santos, 45, o que prevalece é o equilíbrio. Eles são pais da pequena Beatriz Venturi Santos, 8 anos, que até nos lanches que leva para a escola, opta por itens saudáveis. (Foto: Rodrigo Gavini / AT)

Já na casa da família do empresário Fábio Massarioli, 38, e Jéssica Soneguetti, 29, não há dificuldades na entrada de bons alimentos à mesa. Eles são pais de Bernardo Soneghetti, de 5 anos, que chega a comer 40 maçãs por mês, adora comidas e sucos naturais e rejeita refrigerante e frituras. Tudo isto, por seguir o exemplo dos pais.

“Eu e a mãe dele treinamos e temos o hábito de comer o mais saudável possível. Ele nunca tomou refrigerante ou suco de caixinha e isso é por conta do exemplo que damos para ele”, explicou Fábio.

O empresário contou que Bernardo chega a levar para a escola, banana e batata cozida e barrinha de proteína em vez das tradicionais bolachas industrializadas, comuns no lanche das crianças.

“Em vez de pão, ele pede fruta e come todos os tipos de legumes e verduras. Acredito que muitos pais não conseguem manter uma boa alimentação por falta de informação, mesmo porque, é possível ter uma refeição balanceada sem gastar muito”, acrescentou.

A reportagem completa você acompanha no Jornal A Tribuna, na versão impressa ou digital.