Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Bolsonaro dá munição à oposição
Painel da Folha de São Paulo

Bolsonaro dá munição à oposição

A operação protagonizada por Jair Bolsonaro para contemplar policiais mantidos pela União com regras mais amenas de aposentadoria deixou muitas arestas no Congresso. Parlamentares dizem que, além de abrir brecha para pressão de outras categorias do serviço público, o presidente derrubou sozinho um dos pilares do discurso pró-reforma da Previdência, o de que ela acabaria com privilégios, dando munição à oposição. O silêncio de Paulo Guedes (Economia) também foi criticado.

E agora, José? - Deputados de partidos de centro-direita lembraram que o ministro da Economia criticou fortemente a primeira versão de relatório apresentado pelo relator da reforma na Câmara, Samuel Moreira (PSDB-SP), dizendo que a o Congresso havia sucumbido a lobbies.

O Gato comeu - Diante da ação do próprio chefe, o presidente, Guedes preferiu recolher os flancos.

Sem distinção - A previsão de regras mais amenas para policiais também desagradou a Rede Apoie a Reforma, que une 77 instituições e representantes da sociedade civil. O grupo lembra que pesquisa recente encomendada pelo CLP-Liderança Pública mostrou que 79% dos entrevistados apoiava direitos e deveres iguais para todos.

Nem vem que não tem - Outro entrave ao avanço da reforma, o impasse sobre a inclusão de estados e municípios no pacote de mudanças, causou desgaste no DEM. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), maior entusiasta da medida, viu o presidente de sua sigla, ACM Neto, prefeito de Salvador, agir de maneira contundente contra a extensão das novas regras.

Problema caseiro - O principal adversário político de Neto é o governador da Bahia, Rui Costa (PT). Os petistas no Congresso condenam a reforma da Bolsonaro.

Diga aonde você vai... - A oposição conta com os passos em falso do governo para tentar jogar a votação da reforma para o segundo semestre, o que teria forte impacto negativo no mercado financeiro. Os investidores atrelaram o timing da reforma à expectativa de queda de juros.

...que eu vou varrendo - Os integrantes de PT e PC do B, por exemplo, consideram principalmente a insatisfação de deputados de centro com a capacidade do governo de liberar as emendas prometidas.

Vai ter luta - Em reposta à investida da Polícia Federal contra Glenn Greenwald, partidos de oposição preparam representação à Procuradoria-Geral da República. Na peça, vão pedir que o órgão "garanta a liberdade de imprensa" e evite que jornalista seja "vítima de abuso de autoridade", diz Marcelo Freixo (PSOL-RJ).

Vai ter luta II - O texto é assinado por PDT, PSOL, PT, PC do B e PSB e deve ser protocolado nesta quinta (4). Os partidos não descartam outras medidas para tentar blindar o jornalista. Uma opção em estudo é o ingresso de ação no Supremo Tribunal Federal (STF).

Vale a pena... - O escritório de integridade acadêmica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) concluiu relatório sobre o autoplágio cometido pelo agora ministro da Educação, Abraham Weintraub. Como revelou a Folha, ele publicou o mesmo artigo em dois periódicos diferentes.

...ler de novo - Segundo o documento, a conduta "não é adequada e contraria as boas práticas de pesquisa científica". O relatório é uma resposta a requerimento feito por Alexandre Padilha (PT-SP).

Anos dourados - O deputado Pedro Paulo (DEM-RJ) se reúne nesta quinta-feira com técnicos da equipe econômica para começar a discutir proposta de emenda constitucional que crie gatilhos para evitar que o governo corra risco de quebrar a regra de ouro – norma que proíbe tomada de empréstimos para quitar despesas do dia a dia.

Anos dourados II - O intuito é expandir a metodologia para as demais regras fiscais, acionando gatilhos de contenção de despesas que corrijam a rota antes que a crise se instale.

Visita à Folha - A presidente da Indeov, Camila Teixeira, visitou a Folha nessa quarta-feira (3). Estava acompanhada de Carolina Nocetti, médica e consultora técnica em terapia canabinoide, e Fernanda Dabori, assessora de imprensa.

Tiroteio
"Interesses de algumas corporações não podem prevalecer sobre os de todos os brasileiros. Seria um retrocesso!"

Do deputado Vinicius Poit (Novo-SP) sobre Bolsonaro ter articulado mudanças no texto da Previdência para atender forças de segurança.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

E te direi quem és

A nova leva de mensagens da Lava Jato, revelada neste domingo (14) pela Folha e pelo The Intercept, fez integrantes do STF ironizarem membros do Conselho Nacional do Ministério Público que avalizaram …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Se não pode vencê-los

Após forte reação no Senado de parlamentares que compõem a ala moderada do Congresso, o Ministério da Economia decidiu suspender por 30 dias os efeitos de portaria que facilita a importação de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Apoiadores dizem que Bolsonaro errou no timing

A decisão de Jair Bolsonaro de indicar o filho Eduardo a embaixador em Washington foi considerada um erro por dirigentes de partidos que apoiaram mudanças na Previdência. O Presidente, dizem, errou …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A República somos nós

A indicação de Eduardo Bolsonaro para a Embaixada do Brasil em Washington repercute politicamente em diversas camadas. Quem conhece os meandros do Itamaraty diz que a escolha acaba com qualquer …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

De alma lavada

Ao concluir missão que tomou como pessoal, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), enviou recados explícitos ao Planalto. No discurso que selou a aprovação em primeiro turno da reforma da …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Linha de corte mais alta

Os últimos vazamentos de mensagens trocadas entre a Lava Jato e o ex-juiz Sergio Moro tendem a aprofundar a cisão que já existe no Supremo. Há uma ala da corte que, a despeito de críticas emitidas …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Recursos são como música para os ouvidos de políticos

Às vésperas do início da discussão da reforma da Previdência no plenário da Câmara, o governo Jair Bolsonaro liberou quase R$ 1 bilhão em emendas parlamentares vinculadas à área de saúde. O desembols…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

No topo da cadeia alimentar

Com a avaliação quase inalterada na base da pirâmide econômica, a maior mudança na percepção do governo Bolsonaro ocorreu nas elites, revela o Datafolha. Em comparação com a pesquisa anterior, os que …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Quem ficou em cima do muro, reprova atitude de Moro

A maioria dos eleitores que preferiu não escolher um lado na polarizada disputa presidencial de 2018 reprova a interação do ex-juiz Sérgio Moro com investigadores da Lava a Jato, revela o Datafolha. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Novas conversas de Moro com promotores são divisor de águas

Políticos, juristas e ministros do Supremo Tribunal Federal ( STF) avaliam que a nova publicação de diálogos entre o ex-juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava a Jato elevou a pressão sobre …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados