Notícias

Cidades

Faculdades abrem 30 novos cursos a distância


Para atender a uma demanda de profissões em alta no mercado, muitas instituições de ensino superior do Espírito Santo estão com matrículas abertas em novos cursos de graduação na modalidade a distância, ou seja, para aqueles que preferem estudar em casa pela internet.

São 30 cursos que antes eram oferecidos presencialmente e que a partir do primeiro semestre de 2019 passarão a ser disponibilizados por meio do Ensino a Distância (EAD) em várias faculdades.
Como opções, a Faculdade Multivix vai ofertar os cursos de Engenharia de Produção e Formação Docente para Educação Básica.

“Esses cursos têm um leque muito grande no mercado por oferecer uma graduação que forma profissionais éticos, capazes de enfrentar desafios, de lidar com as novas tecnologias, além de serem competentes para atuarem com segurança, propondo mudanças e provocando transformações”, afirmou a coordenadora acadêmica dos cursos EAD's da Multivix, Carina Sabadim.

Segundo a coordenadora, esse tipo de ensino dá mais autonomia ao estudante. “O aluno precisa de uma postura mais ativa para a construção do conhecimento, como foco, organização, além da interatividade e domínio da tecnologia.”

A Católica de Vitória – Centro Universitário também está com novos cursos EAD. Letras Português, Segurança Pública, Filosofia e Ciências Econômicas são umas das opções para quem quer estudar a distância.

Para o responsável pelo EAD na Católica de Vitória, Gustavo Siqueira, as demandas de mercado fizeram que as faculdades mudassem as estruturas do ensino.

“As pessoas estão procurando especialização e as instituições viram que é preciso ofertar possibilidades para que o estudo aconteça. Também buscamos oferecer cursos em que há demanda de trabalho no Estado”, declarou.

Já na Universidade Vila Velha (UVV) os cursos de Marketing, Pedagogia e Educação Física são opções para os alunos.

“Esses cursos estão em destaque e são áreas em que há ofertas de emprego. Por isso as instituições de ensino precisam ter a preocupação de estarem alinhadas com o mercado, além de ter um ensino de qualidade”, disse Cristiano Biancard, coordenador do EAD da UVV.