Facilite sua vida

 (Foto: Reprodução )
(Foto: Reprodução )
Um dos motivos pelo qual as pessoas ainda insistem em usar os temperos prontos é a facilidade de ter sempre algo à mão, sem precisar de muito trabalho. Mas assim como muitos outros aspectos de uma alimentação saudável, ter temperos frescos e naturais de fácil acesso é uma questão de planejamento, afinal, nada mais gostoso do que ter sempre à disposição um tempero fresco para dar um sabor especial aos preparos na cozinha, não é mesmo?

Por isso eu insisto, se planeje e facilite sua vida. Existem algumas formas de ter os temperos frescos sempre à mão, confira as dicas da Nutri!

1 - Tenha uma horta! Cultivar uma horta ou plantar seus próprios temperos frescos pode parecer algo da geração passada. Mas esse hábito é relaxante e pode ser uma mão na roda na hora de cozinhar .

Para isso, um canto ensolarado é requisito básico. Se você ainda não tem uma horta, saiba que nem mesmo o tamanho da sua casa ou apartamento é problema para planejar.
Escolha os temperinhos que você mais gosta e tenha-os em pequenos vasinhos e, no geral, não precisam de grandes cuidados.

Além de tudo isso, podem ser decorativas e dar um charme à sua cozinha.

2 - Use ervas secas: As ervas frescas são normalmente mais aromáticas e garantem mais benefícios do que as secas. Mas sabemos que não seria possível ter uma horta com todas as ervas que gostaríamos. Então, para aquelas que você achar que não é possível ter uma horta, tenha-as na versão seca.

Veja os benefícios dos temperos abaixo e escolha o que mais combina com seu estilo na cozinha:

- Coentro: contribui, principalmente, para o bom funcionamento do processo digestivo e é uma excelente fonte de vitaminas e minerais. É ideal para pratos de frutos do mar e caldos de peixe.

- Sálvia: auxilia na digestão e ajuda no combate à gengivite e faringite. Pode dar um toque especial a pães, molhos, carnes bovina e suína, aves, peixes e carneiro.

Ajuda a quebrar o sabor adocicado de algumas carnes. Deve ser usada com moderação para não conferir sabor amargo às preparações.

- Manjericão: ajuda no combate à insônia, é antioxidante, anti-inflamatório e auxilia na digestão, minimizando gases, aftas e mau hálito. No geral, as pessoas só lembram do manjericão no tomate, massas ou com queijos, mas ele dá um toque diferente quando colocado em meio a uma salada de folhas cruas, sopas, preparações com frango e ovos.

- Alecrim: tem efeito bem forte na memória e funcionamento cerebral. Combina muitíssimo bem com todos os legumes, carnes vermelhas, pães e bolachas caseiros e peixes.

- Tomilho: Tem efeito antisséptico e analgésico, por isso pode ajudar no combate a gripes e resfriados, e também ajuda a regular o funcionamento do intestino. Fica ótimo com berinjela, cenoura, batata, milho, tomate, cebola e todas as leguminosas no geral. O tomilho, aliás, combina superbem com louro e dá um gosto especial no feijão.

E com tanta variedade, o bacana é que assim teremos temperos sempre fresquinhos e orgânicos para o preparo das nossas refeições.

E aí? Quem já tem tudo organizadinho? Quem não tem ainda já pode aproveitar as ideias e colocar a mão na massa! Até a próxima semana!

Dica da nutri

Congele

Se você não tiver sua mini horta de temperos, mas puder comprá-los frescos no mercado ou na feira, uma excelente estratégia para que elas durem mais tempo é congelar! Você pode higienizar e secar bem as folhas, picar, se for o caso, e congelar em seguida. Ou ainda, você pode congelar as ervas em forminhas de gelo, com azeite ou manteiga derretida, para fazer cubinhos de azeite ou manteiga aromatizados.


últimas dessa coluna


Novembro Azul

Às vezes pode parecer que bato na mesma tecla quando falo da importância dos alimentos em diversas situações. Mas a verdade é que com a escolha certa aumentamos as defesas do nosso organismo, que nos …


A íntima relação entre comida e humor

Quando estamos cansados, queremos comer. Quando estamos tristes, queremos comer. Quando estamos felizes, queremos comer. Só não desejamos comer quando estamos doentes, fazendo ginástica ou dormindo, …


É batata, é doce, mas emagrece

E no mês de outubro iniciamos a safra da batata-doce. Vocês já devem ter ouvido falar que ela é a queridinha das dietas dos atletas, principalmente dos fisiculturistas, certo? Mas, muitos não sabem é …


Prevenção à osteoporose

O Dia Mundial de Prevenção à Osteoporose, que atinge principalmente mulheres após a menopausa e idosos de ambos os sexos, é celebrado amanhã. A osteoporose é uma doença crônica, multifatorial e …


Cuidado com o excesso de sal!

O sal de mesa é também conhecido como cloreto de sódio, e o problema está no sódio e não no cloreto e devemos observar que ele está presente também em vários produtos industrializados que consumimos …


Beber durante a refeição faz mal?

É muito comum beber algo durante as refeições. Muitos tomam refrigerantes, enquanto outros preferem opções mais naturais, como chás, sucos e água. Mas será que tomar líquidos durante as refeições faz …


O álcool está engordando você?

Você não dispensa aquele chope gelado no fim de semana ou um drinque com os amigos no happy hour? Há muitos fatores que afetam a perda de peso, tornando o processo mais complicado do que pode …


Colorau: vilão ou mocinho?

Entre todos os temperos, o colorau se destaca por sua coloração intensa, ainda que seja considerado um tempero de sabor fraco para boa parte dos paladares. Seu uso não é muito comum de forma primária …


Vaca atolada na polenta

Polenta? Um alimento típico da cultura italiana, mas muito conhecido aqui no Brasil. Pode ser servida mole, dura, grelhada ou frita e ainda recheada com uma variedade imensa de molhos. Antigamen…


É para você papai!

Mais um Dia dos Pais está chegando... Eles não são os mais famosos quando o assunto é cuidados com a saúde e alimentação exemplar, mas isso é algo que pode ser mudado. Os homens merecem uma atenção …