search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Exército de um homem só
Painel da Folha de São Paulo

Exército de um homem só

Dois subprocuradores que integravam a lista tríplice rejeitada por Jair Bolsonaro na sucessão da PGR reagiram enfaticamente à indicação de Augusto Aras, que não participou da eleição interna.

Na rede interna do Ministério Público Federal, Mário Bonsaglia e Luiza Frischeisen lembraram os colegas de que não há controle hierárquico no órgão e que todo procurador tem independência funcional. "Vamos defendê-la sempre e ficar mais vigilantes do que nunca", escreveu Bonsaglia.

Espinha ereta - "Vamos, cada um de nós, em seu ofício, mais vigorosamente do que nunca, seguir defendendo, com independência e altivez, contra qualquer desrespeito, a Constituição e as leis deste país!", conclamou Bonsaglia.

Sigam-me os bons - A manifestação de Luiza foi tão enfática quanto. "O melhor apoio que temos, nesses momentos difíceis, é o de cada um(a) de nós. O PGR ocupa um dos ofícios do MPF, entre 1.160", escreveu, em referência a Aras.

Sigam-me os bons 2 - "Cada um(a) de nós continuará propondo ações penais quando houver crime, não importa quem seja o autor; atuando na proteção do patrimônio público, do meio ambiente, de grupos que tenham tido direitos violados e zelando pela atuação dos órgãos de fiscalização. Sigamos!", encerrou a subprocuradora.

Efeito multiplicador - Bonsaglia e Luiza foram os dois nomes mais votados pela categoria. Têm, portanto, representatividade. Blal Dalloul, o terceiro colocado, fez críticas públicas e, internamente, agradeceu os colegas.

Inimigo do meu inimigo - O fato de alguns integrantes da esquerda terem atacado a decisão do presidente de indicar Aras por fora da lista tríplice facilitou a reorganização da defesa do subprocurador em alas do bolsonarismo. O deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ), por exemplo, fez críticas.

Álibi - Após a fala de Freixo, blogueiros e youtubers que apoiam o presidente afirmaram às tropas que a simples reação de parlamentares da esquerda ao nome de Aras deixava claro que, em alguma medida, Bolsonaro havia acertado.

Aqui se faz... - No fim, o presidente só trabalhava com duas opções: Aras e Dodge. Pesou contra a atual procuradora-geral o veto exposto por Eduardo Bolsonaro ao nome dela. Motivo: Dodge denunciou tanto ele quanto o pai no STF.

Bem na sua cara - Críticos da censura do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), convocaram um "beijaço", neste sábado (7), às 19h, na Bienal. Crivella mandou recolher quadrinhos com a imagem de dois homens se beijando.

Ampulheta - Com o debate sobre o teto de gastos pegando fogo, a previsão é a de que a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara comece a discutir, na próxima semana, proposta de emenda constitucional que permite ao governo cortar despesas obrigatórias.

Via rápida - O relatório do deputado Sóstenes Cavalcanti (DEM-RJ) foi protocolado nesta quinta (5). A PEC vai permitir, entre outras coisas, que o governo demita servidores sem estabilidade, corte incentivos fiscais e encurte a jornada do funcionalismo com proporcional redução de salários.

Suor e ranger de dentes - As medidas de ajuste seriam acionadas quando o comprometimento do caixa deixasse o governo a 5% do descumprimento da chamada regra de ouro –que diz que só se pode pegar dinheiro emprestado para investir. Desde 2016 há dificuldade para cumprir a norma.

Caiu na rotina - Teme-se no Congresso que, dado o buraco orçamentário do governo (o deficit programado para este ano é de R$ 139 bi), as medidas de contenção se tornem permanentes ou, pelo menos, vijam por muitos anos.

Remédio ou veneno? - A bancada da região Norte já se mobiliza para preservar a relevância da Zona Franca de Manaus após a reforma tributária. Os parlamentares temem que a alteração da arrecadação de impostos no resto do país acabe tornando a área menos atrativa para as empresas.

Apalavrado - O senador Eduardo Braga (MDB-AM) afirma que há acordo entre a bancada e o deputado Baleia Rossi (MDB-SP), autor da reforma tributária, para manter as vantagens comparativas da região.

TIROTEIO

"Absurdo viver isso em 2019, censura escancarada, forjada na LGBTfobia –que é crime–, e que o Crivella impôs no Rio."

Do deputado David Miranda (PSOL-RJ), após o prefeito da capital ter mandado apreender livros que expunham um beijo gay na Bienal.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mesmo lado

Líderes e presidentes de partidos da centro-direita dizem, nos bastidores, ser um excesso o pedido de apreensão do celular de Jair Bolsonaro no inquérito que apura as denúncias de Sergio Moro. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinais

A suspeita de vazamentos de inquéritos sigilosos da Polícia Federal para o entorno do Presidente não se restringe ao caso de Flávio Bolsonaro. Relatório da investigação de candidaturas de laranjas em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Corrente

A disseminação reiterada de informações falsas, muitas delas com ataques a autoridades, e as ameaças do presidente da República de desdenhar de ordens judiciais fizeram ministros do Supremo se unir …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Trajetória

Alvo da Polícia Federal, a primeira-dama do Rio, Helena Witzel, tem parca experiência como advogada. Um contrato de R$ 540 mil do escritório dela com uma empresa investigada na Lava a Jato do Rio é …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinuca

Pivô da crise entre Sergio Moro e Jair Bolsonaro, a Polícia Federal se encontra em uma situação delicada. Com a responsabilidade de apurar as acusações do ex-ministro da Justiça, a PF se vê em risco …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Dupla dinâmica

Os ataques de Jair Bolsonaro ao STF têm na mira principalmente dois ministros, Alexandre de Moraes e Celso de Mello, que o Presidente elegeu como inimigos próprios. Ontem, Bolsonaro compartilhou um …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Em série

Além de mostrar a tentativa de interferência indevida na Polícia Federal para proteger amigos e família, a reunião ministerial revelou ação semelhante de Jair Bolsonaro no Iphan, responsável por …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Inteligência

A declaração de Jair Bolsonaro, dada na sexta (22) à rádio Jovem Pan, para tentar justificar o que seria seu sistema particular de informações foi considerada um tiro no pé por advogados criminalista…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

De onde veio

Virou mistério para integrantes do Ministério da Saúde o responsável pela nomeação de Zoser Hardman de Araújo para o cargo de assessor especial do ministro. Causou mais estranheza o fato de ele ser …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ritmo de festa

Um dos nove militares nomeados por Jair Bolsonaro para o Ministério da Saúde na terça-feira, Giovani Camarão, futuro coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde, publicou foto nas redes …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados