Notícias

Cidades

Ex-presidente do Tribunal de Justiça do ES morre aos 86 anos em São Paulo


Magistrado foi Presidente do Tribunal de Justiça em 1992/1993 (Foto: Divulgação TJ-ES)
Magistrado foi Presidente do Tribunal de Justiça em 1992/1993 (Foto: Divulgação TJ-ES)

O Desembargador aposentado José Eduardo Grandi Ribeiro, faleceu na tarde desta segunda-feira (10), por volta das 16h30m, no Hospital Sírio-Libanês, na cidade de São Paulo.

O magistrado, que foi Presidente do Tribunal de Justiça do Estado no biênio 1992/1993, estava internado desde o dia 24 de julho, quando foi para a capital paulista para a troca de baterias de um marca-passo. No entanto, por problemas enfrentados no pós-operatório, foi necessária a sua internação na unidade de tratamento intensivo daquele hospital, onde veio a falecer.

José Eduardo Grandi Ribeiro era natural de Cachoeiro de Itapemirim, onde começou sua carreira como advogado e, posteriormente, após aprovação em concurso público, exerceu a função de juiz substituto, tendo ainda atuado nas Comarcas de Mucurici, Barra de São Francisco, Linhares, Guaçuí, Castelo e Vitória, entre outras. Em 1966, foi promovido ao cargo de Juiz de Direito da Comarca de Muniz Freire, atuando ainda em Iúna, Iconha, Alfredo Chaves, Anchieta, Mucurici, Barra de São Francisco, entre outras.

Em março de 1981 foi promovido, por merecimento, ao cargo de Desembargador do Tribunal de Justiça do Espírito Santo. Em 1983 foi eleito para o cargo de Corregedor Geral da Justiça, tendo exercido as funções até o mês de dezembro de 1985.

Assumiu como Presidente do Tribunal de Justiça do Estado em fevereiro de 1992 e administrou o TJES por dois anos, tendo se destacado, em sua gestão, a criação dos Juizados Especiais do Espírito Santo, a Assessoria de Imprensa do TJES, além do serviço social, médico e psicológico e o treinamento e aperfeiçoamento dos funcionários do Poder Judiciário Estadual.

O Desembargador José Eduardo Grandi Ribeiro era casado com Maria Angélica Rocha Ribeiro e tinha três filhos: Cláudia, Kátia e José Eduardo Grandi Ribeiro Filho.

O corpo do Desembargador José Eduardo Grande Ribeiro foi sepultado nesta terça-feira, no Cemitério Jardim da Paz, em Laranjeiras, na Serra.

O governador do Estado, Paulo Hartung decreta luto oficial de três dias pela morte de José Eduardo Grandi Ribeiro. 

"Com enorme tristeza recebi a notícia sobre o falecimento do cachoeirense, desembargador aposentado e ex-presidente do Tribunal de Justiça José Eduardo Grandi Ribeiro. Sou admirador da sua trajetória e do trabalho que realizou em favor dos capixabas.

José Eduardo foi uma liderança visionária de atuação notável na criação dos juizados especiais do Estado, uma importante ferramenta para dar celeridade aos processos de pouca complexidade e baixo valor, além de facilitar o acesso à justiça.

Transmito aos familiares e amigos as mais sinceras condolências."