search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Eu sou o caminho
Painel da Folha de São Paulo

Eu sou o caminho

O esforço para viabilizar a aprovação de Eduardo Bolsonaro à embaixada do Brasil nos EUA fez de Davi Alcolumbre (DEM-AP) o principal articulador do governo no Senado.

Segundo dirigentes de partidos, o Planalto deu "todos os instrumentos" para que o presidente da Casa possa negociar com as bancadas. Ao contrário do que houve na Câmara, a liberação de cargos não está condicionada à reforma da Previdência. Com os senadores, as conversas giram em torno de votos a favor do 03.

Quem te viu... - A proximidade do presidente do Senado com os planos da família Bolsonaro passou a incomodar governadores de centro e centro-direita que apoiaram sua eleição para o comando da Casa. Alguns têm chamado Alcolumbre de "vice-presidente de fato", numa ironia ao tamanho dos poderes que Jair Bolsonaro delegou ao democrata.

...quem te vê - Segundo dirigentes de partidos ouvidos pelo Painel, o presidente do Senado tem feito conversas individuais com senadores do centrão. Nesses encontros, explica que a indicação de Eduardo tornou-se questão central para o governo e indaga sobre demandas que poderiam ser levadas ao Planalto.

Prioridades - No Senado, a reforma da Previdência é vista como um não problema. A aprovação do texto está precificada. O foco mesmo de atuação do governo é a indicação do filho mais novo do presidente a embaixador.

Deixa que eu deixo - A chamada CPI da Lava Toga, que investigaria o Judiciário, dividiu a base bolsonarista. Youtubers que apoiam o governo tentam demover apoiadores do presidente de irem a manifestações convocadas para o dia 25 pela direita lavajatista em defesa da apuração, que é um incômodo para o Supremo.

Todo lugar é lugar - Renan Calheiros (MDB-AL) foi indicado para compor a CPMI das fake news. O senador quer levar ao palco deste colegiado a discussão sobre as mensagens no Telegram de Deltan Dallagnol e Sergio Moro reveladas pelo The Intercept, pesar de elas estarem no centro de outra investigação parlamentar.

Todo lugar é lugar 2 - Apesar da provocação, o objetivo do senador na CPMI, dizem seus aliados, é provocar discussão sobre o aperfeiçoamento da lei que regulamenta atuações na internet. Renan busca fórmula para inibir a ação de robôs que propagam conteúdos falsos ou difamatórios.

Pano para manga - Mensagens reveladas pelo ex-procurador Marcello Miller ao Supremo colocam em xeque a versão de que a PGR não estava a par da participação dele no caso J&F. Como mostrou o Painel, Miller entregou ao STF informações que foram omitidas de relatório dos investigadores.

Duplo azul - No depoimento, o ex-procurador narrou conversa com o então coordenador da Lava Jato na PGR, Sergio Bruno, do dia 10 de abril de 2017, véspera de reunião para tratar de delação e leniência.

Que me dizes - Nas mensagens, Miller ressalta que está trabalhando para a JBS, explica que havia feito contato com procuradores americanos e pergunta: "Outra coisa: vocês estão em paz com a perspectiva de eu participar (...) da leniência aqui no Brasil?".

Nas sombras - Bruno pede que Miller o procure no Telegram. Depois, responde: "Quanto à sua participação, vou dar minha opinião –não falo pelo grupo, muito menos pelo [Rodrigo] Janot: acho que ela será muito profícua para chegarmos a um acordo, mas eu, no seu lugar, não apareceria, tentaria atuar nos bastidores".

Versões - O ex-coordenador da Lava Jato diz que, "quando isso estourar, vão lançar teorias da conspiração, dizendo que você atuou dos dois lados". "De qualquer forma, será bem-vindo se quiser vir amanhã." Quando a crise JBS estourou, a PGR disse em nota que Miller apareceu "sem conhecimento prévio" dos procuradores.

Axé - Indicado para suceder Raquel Dodge na PGR, Augusto Aras cercou-se de parlamentares baianos para auxiliá-lo na peregrinação pelo Senado. Recentemente, aproximou-se de João Roma (PRB-BA).

Vai que é tua - Em reunião na terça (10), a senadora Simone Tebet (MDB-MS) teria deixado claro a Baleia Rossi (MDB-SP) que não pensa em se candidatar à presidência do partido. Ele é favorito para o posto.

TIROTEIO

"A unidade da esquerda precisa estar acima de ranços e projetos pessoais. Vamos construi-la nas ruas e nas urnas."

De Guilherme Boulos, candidato do PSOL ao Planalto em 2018, sobre os embates que têm travado a aliança contra Bolsonarismo em 2020.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sinuca

Pivô da crise entre Sergio Moro e Jair Bolsonaro, a Polícia Federal se encontra em uma situação delicada. Com a responsabilidade de apurar as acusações do ex-ministro da Justiça, a PF se vê em risco …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Dupla dinâmica

Os ataques de Jair Bolsonaro ao STF têm na mira principalmente dois ministros, Alexandre de Moraes e Celso de Mello, que o Presidente elegeu como inimigos próprios. Ontem, Bolsonaro compartilhou um …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Em série

Além de mostrar a tentativa de interferência indevida na Polícia Federal para proteger amigos e família, a reunião ministerial revelou ação semelhante de Jair Bolsonaro no Iphan, responsável por …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Inteligência

A declaração de Jair Bolsonaro, dada na sexta (22) à rádio Jovem Pan, para tentar justificar o que seria seu sistema particular de informações foi considerada um tiro no pé por advogados criminalista…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

De onde veio

Virou mistério para integrantes do Ministério da Saúde o responsável pela nomeação de Zoser Hardman de Araújo para o cargo de assessor especial do ministro. Causou mais estranheza o fato de ele ser …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ritmo de festa

Um dos nove militares nomeados por Jair Bolsonaro para o Ministério da Saúde na terça-feira, Giovani Camarão, futuro coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde, publicou foto nas redes …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Prorrogação

As novas declarações do delegado Carlos Henrique Oliveira, diretor-executivo da Polícia Federal, foram recebidas como duro golpe nas versões de Alexandre Ramagem e Jair Bolsonaro no inquérito que …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Nada com isso

Em conversas com delegados, ontem, Alexandre Ramagem, diretor da Abin, se mostrou irritado em ver seu nome ligado ao caso do vazamento da operação Furna da Onça à família Bolsonaro e afirmou não ter …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Causa e consequência

Procuradores e ministros de tribunais superiores avaliam que o relato de Paulo Marinho à Folha, sobre o vazamento de uma investigação da Polícia Federal ao senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Tem mais

A resistência que Jair Bolsonaro encontrou no ex-ministro Nelson Teich (Saúde) à ampliação do uso da cloroquina para quadros leves do coronavírus é ecoada pelos secretários estaduais da área, que se …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados