X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Vagner Mancini assume o Corinthians e já estreia contra o Athletico-PR, na quarta

| 12/10/2020 09:25 h

O Corinthians vai confirmar nesta segunda-feira (12) a contratação do técnico Vagner Mancini, que deixa o Atlético-GO e chega com a missão de salvar o time do rebaixamento. Ele inicia seu trabalho imediatamente e já estreia diante do Athletico-PR, na quarta-feira.

Mesmo perto da eleição, o clube vai fazer um contrato longo. Mancini assinará até dezembro de 2021 e terá 23 rodadas para evitar novo vexame de queda no clube, 13 anos após o fatídico rebaixamento de 2007.

Mancini substitui o interino Dyego Coelho, que assumiu após a demissão de Tiago Nunes e não conseguiu melhorar o rendimento da equipe, somando apenas uma vitória em sete jogos. Foram três derrotas e outros três empates e um retrospecto de somente seis pontos de 21 disputados, com 28,5% de aproveitamento.

O presidente Andrés Sanchez não quis cravar a contratação pelo fato de o contrato ainda não ter sido redigido e assinado. "É um momento muito difícil, vem jogando mal desde o Paulista, infelizmente ainda não encaixou o time. Tivemos de mudar o Tiago (Nunes), que não teve culpa, mas tivemos de tomar atitude como agora", lamentou Andrés, antes de "quase" cravar Mancini.

O Corinthians perdeu para o Sport por 1 a 0
O Corinthians perdeu para o Sport por 1 a 0 |  Foto: Reprodução/ SportTV/ Premiere

A contratação só não será efetiva caso Mancini mude de ideia. "Vamos trabalhar bastante, não está fechado ainda o Mancini, mas provavelmente vai ser ele. Amanhã vamos tentar fechar", disse o presidente.

Aos 53 anos, Mancini passará pelo terceiro grande do Estado. Já dirigiu Santos e São Paulo. "Mancini já tem história, é vitorioso, fez bons trabalhos, conhece internamente, tem muitas notícias do Corinthians, acompanha... Espero que venha e venha fortemente para mudar nossa situação", previu Andrés.

O presidente eximiu Coelho de culpa na atual situação, disse que é dele e dos jogadores, mas garantiu que confia no elenco.

Para seu primeiro jogo, Mancini já terá o desfalque de Cássio, expulso após o apito final em Fortaleza. O goleiro reclamou muito do pênalti marcado por Anderson Daronco e recebeu o cartão vermelho.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS