Escoteiros, sempre alerta

“A melhor maneira de ser feliz é contribuir para a felicidade dos outros”, já dizia Robert Baden-Powell, fundador do movimento escoteiro. E foi por realmente acreditar nisso e colocar em prática na criação dos meninos que comecei a pesquisar sobre o escotismo. Em tempos cada dia mais difíceis, acredito que precisamos nos cercar de bons exemplos e atitudes que possam contribuir com a educação de nossos filhos.

Os valores passados em casa são essenciais, mas instituições como a escola e a igreja têm papel muito importante em nossas vidas, assim como hoje já posso dizer que o movimento escoteiro também, já que em agosto deste ano o Bernardo conquistou a oportunidade de entrar para o 11º/ES Grupo Escoteiro do Mar Ilha de Vitória, um sonho antigo dele e nosso e que começa a ser realizado.

Meu menino sempre teve espírito aventureiro, adora esportes, ajudar os outros e além disso é um líder nato, mas está naquela fase desafiadora, onde aprender sobre respeito e a importância de seguir regras de conduta e ter limites, que te levam para o caminho do bem, são essenciais. E tudo isso encontramos quando entramos para esta grande família.

Tenho muito orgulho em dizer que hoje o Bernardo é um Lobinho (ramo de atividade que vai de 6,5 aos 10 anos) e que em tão pouco tempo, já vivenciou experiências que carregará para sempre em sua vida e que contribuirão para a formação de seu caráter.

Ainda na fase de teste ele pôde ir com o grupo arrecadar mantimentos para um asilo da cidade e, em seguida, entregar as arrecadações e passar algumas horas com vovôs e vovós que acima de tudo, precisam de carinho e atenção. O trabalho voluntário é parte importante do movimento, assim como aprender a conviver com as diferenças, trabalhar em equipe, definir metas e lutar para atingi-las.

Ele também participou da comemoração do dia dos lobinhos (6 de outubro) com direito a sessão de cinema com o filme (Mowgli - o menino lobo) e bolo no tema da festa e ainda conheceu um pouco da história da Alcateia Lobos do Mar. As atividades ao ar livre e no mar também marcaram presença e após quatro sábados de experiência, chegou o grande dia dele aceitar a promessa e realmente entrar para o movimento, mais uma conquista em sua vida e que nos enche de orgulho.

Tenho certeza que todos nós enquanto família vamos aprender muito e passar por momentos maravilhosos, afinal, sempre alerta!

*Sempre alerta significa que você está sempre preparado, atento, física e mentalmente, para cumprir o dever para com Deus, com a Pátria e com o Próximo”.

Saiba mais sobre o movimento

O escotismo teve início em 1907 na Inglaterra e chegou ao Brasil em 1910 por intermédio de marinheiros e oficiais da marinha, mas que só ganharia amplitude em 1924 com a fundação da União dos Escoteiros do Brasil (UEB).

Em todo o mundo o Escotismo tem o mesmo sistema de valores e é guiado pela Lei e Promessa Escoteira – normas que regem atitudes e incentivam a serem ainda melhores: com as pessoas, natureza e animais e sempre se desenvolvendo em meio a diversão.

Fundamentado em uma proposta educativa própria, o Movimento Escoteiro alcança seu propósito por meio da aplicação do Método Escoteiro e do Projeto Educativo, estimulando as capacidades e interesses da cada jovem. É assim que o Escotismo garante jovens motivados, comprometidos e, mais do que isso, em constante desenvolvimento.

O Método Escoteiro é composto por: Desenvolvimento pessoal com orientação individual, Aceitação da Lei e Promessa Escoteira, Aprender fazendo, Atividades progressivas atraentes e variadas e Vida em equipe.

Já por meio do Projeto Educativo procura-se motivar os jovens na admiração a um trabalho bem feito, fomentando sua aspiração à excelência, com responsabilidade e discernimento, para que compreendam as consequências de suas decisões e atos.

Para mais informações sobre o movimento, entre nos sites:

www.escoteirosdoilha.org e www.escoteiros.org.br.