Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cristiano Ronaldo é a referência!
Papo do Dias
Flávio Dias

Flávio Dias


Cristiano Ronaldo é a referência!

Careca foi a minha primeira referência de atacante goleador (Foto: Reprodução de internet)
Careca foi a minha primeira referência de atacante goleador (Foto: Reprodução de internet)
O primeiro goleador que me empolgou foi Careca. Como sou de 1979, minhas primeiras recordações de futebol são da segunda metade da década de 80. E, com todo respeito aos jogadores mais antigos, ter Careca como referência está longe de ser ruim!

Depois, na minha avaliação, vi Romário e Ronaldo Fenômeno serem superiores ao Careca. Foram os três melhores atacantes goleadores que vi jogar.

Dos gringos, Van Basten era “o cara”. Um cracaço, que teve a carreira abreviada por lesões nos tornozelos. Parou com apenas 30 anos de idade.

Mas por que estou citando esses craques? Porque preciso incluir na lista dos melhores que vi jogar um tal de Cristiano Ronaldo. Em qual ordem? Não importa. Mas não tem como tirar o português de qualquer lista que aponte os melhores atacantes de todos os tempos. E digo isso da minha lista ou da lista de qualquer um que goste de futebol.

Estatísticas? Ele tem um monte! Títulos? Uma coleção. Premiações individuais? Não cabem nas estantes.

Cristiano Ronaldo fez os três gols da vitória da Juve sobre o Atlético de Madrid (Foto: Divulgação/Juventus)
Cristiano Ronaldo fez os três gols da vitória da Juve sobre o Atlético de Madrid (Foto: Divulgação/Juventus)
Gols? São 681 na carreira. De pé direito, de pé esquerdo, de cabeça… E se o jogo é decisivo, dá a bola para o cara!

A Juventus pode não ser campeã da Liga dos Campeões. Mas o que Cristiano Ronaldo fez no meio da semana contra o Atlético de Madrid foi mais uma demonstração incrível da força do craque. Para quem não viu, ou não entendeu: a Juve perdeu o jogo de ida para o Atlético de Madrid por 2 a 0, na Espanha. E precisava de vitória por pelo menos três gols de diferença para se classificar no tempo normal. Venceu por 3 a 0, em Turim, com três gols do Cristiano Ronaldo. Ponto.

Se Messi é extraterrestre, como os próprios boleiros gostam de destacar — e com razão —, Cristiano Ronaldo também não parece deste planeta.

Como seria?

Ronaldinho: imenso talento, pouquíssimo foco na carreira (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)
Ronaldinho: imenso talento, pouquíssimo foco na carreira (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)
Desde 2008, quando Cristiano Ronaldo ganhou a sua primeira Bola de Ouro de melhor jogador do mundo, o português está no auge da forma. E fica difícil duvidar que o camisa 7 da Juventus não permaneça no topo por mais algum tempo. O craque é uma máquina!

Me pergunto como seria se Ronaldinho Gaúcho e Adriano Imperador tivessem pelo menos 50% do foco do português. Pergunto e respondo: acho que ambos seriam superiores ao CR7. Mas, como não tiveram, ficaram para trás.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados