Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Entrada de Bolsonaro na reforma gera críticas
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Entrada de Bolsonaro na reforma gera críticas

A entrada do presidente Jair Bolsonaro nos 45 do segundo tempo na reforma da Previdência não escapou de críticas nem de deputados do seu partido, o PSL. Para o Centrão, o movimento dos últimos dias foi visto como uma forma de retomar o protagonismo em uma pauta que havia sido dominada pelo Congresso. Já no PSL, o raciocínio é: se era para intervir, que o fizesse antes, quando as chances de conseguirem melhorar as regras para policiais seriam maiores. Por fim, todos concordam: atabalhoado, foi mais um passo mirando na reeleição em 2022.

Formação. De olho na Vice-Presidência, Marco Feliciano (Pode-SP) destaca: "Tem que lembrar que o presidente Bolsonaro é político, além de capitão!"

Vão-se os anéis... A promessa de Davi Alcolumbre aos governadores de reincluir os Estados na reforma da Previdência no Senado caso os deputados não o façam deixou a equipe econômica de cabelos em pé. Se houver alteração, a PEC precisa voltar para a Câmara.

...ficam os dedos. A turma de Paulo Guedes no Ministério da Economia tem pressa para aprovar o texto o quanto antes para destravar outras pautas, mesmo que isso implique deixar Estados de fora.

Defensor. Para o relator da PEC no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), é importante ter os Estados na Previdência, mesmo que atrase o calendário. "O déficit deles é estrondoso." 

Plano C. Uma saída seria nova PEC com os Estados, que tramitaria em paralelo. A possibilidade, segundo Tasso, não foi discutida ainda, mas já está no radar.

Posto avançado. O deputado Mauro Benevides Filho (PDT-CE) tem substituído o governador Camilo Santana nas reuniões em Brasília. Ele próprio autor de uma proposta de reforma, tem trocado figurinhas com o governo, mesmo sendo de partido de oposição. 

Meio-termo. Após reação do setor, Jerônimo Goergen (PP-RS) recuou no relatório da MP de Liberdade Econômica. Vai manter a autorização para supermercados venderem remédios sem receita, desde que cumpram as mesmas regras sanitárias das farmácias.

Me ajuda. Depois de o ministro do Supremo Marco Aurélio Mello ter concedido liminar a favor do Maranhão, Minas Gerais reiterou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o pedido para que a União também abra ao governo mineiro uma linha de crédito para o pagamento de precatórios.

Loteria. Com a vitória no STF, a União terá de abrir ao Maranhão uma linha de crédito de até R$ 623,5 milhões. Minas pede R$ 659 milhões. O caso está sob a relatoria de Cármen Lúcia, que já foi procuradora-geral do Estado. Bahia e Goiás já tiveram pedidos negados.

A tempo. Desde o início do programa, o Criança Feliz detectou, por meio das visitas realizadas, 7,3 mil gestantes que ainda não haviam iniciado o pré-natal. Ao todo, 108 mil gestantes já foram atendidas. A ação, iniciada no governo de Michel Temer, completou mil dias esta semana.

De olho. O Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça vai pôr à disposição no site a situação de cada uma das 45 obras em execução nas unidades prisionais dos Estados. Em São Paulo, a previsão é criar 8.448 vagas em 2019.

Pronto, falei!
"Não foi por atuação da oposição que se atrasou a votação da reforma na comissão."

Deputado federal José Guimarães (PT-CE), sobre atraso de 7 horas para início da sessão por dificuldade de acordo com policiais.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

Bandeirantes teme tratamento desigual

Não são apenas os governadores do Nordeste e da “esquerda” em geral que temem receber do Executivo federal um tratamento diferenciado (para pior) em repasses e convênios. Os ataques de Jair Bolsonaro …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Polícia Federal teme “modelo Aras” em eventual substituição

As movimentações para derrubar o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, deixam apreensiva a corporação. É o medo de Jair Bolsonaro escolher alguém afastado da categoria, como fez com …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Insatisfeitos no Senado ameaçam retaliação

Não terminará sem choro e sem ranger de dentes o embate em torno da CPI da Lava Toga no Senado. O grupo pró-instalação da comissão (cerca de 20 parlamentares) chega a ameaçar, reservadamente, impor …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Maia avança no projeto para ajudar os clubes

A Câmara elabora projeto de lei para permitir aos clubes de futebol oferecer ações na Bolsa de Valores. O pacote foi encomendado por Rodrigo Maia ao deputado Pedro Paulo (ambos do DEM-RJ) e regulamen…


Exclusivo
Coluna do Estadão

Planalto faz balanço da articulação política

A articulação política do Planalto tabulou a quantidade de parlamentares recebidos pelo ministro Luiz Eduardo Ramos nos seus dois meses na Secretaria de Governo. Até o final de agosto, 146 deputados …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Movimento de Raquel antecipou escolha

Nas últimas conversas com Jair Bolsonaro, Augusto Aras pediu ao Presidente que não demorasse ainda mais na escolha do novo procurador-geral: quem quer que fosse o escolhido precisaria de tempo para …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Congresso sem resposta para tragédia de Minas

Transcorridos quase oito meses da tragédia de Brumadinho (pelo menos 249 mortos e 21 desaparecidos), Câmara e Senado ainda brigam pela autoria de projetos e nada foi aprovado para endurecer a …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Doria lança pacote de ajuda a Bruno Covas

O governador João Doria (PSDB) anuncia hoje ajuda financeira a projetos da Prefeitura de São Paulo. Um dos repasses é para ações de duplicação da Estrada do M’Boi Mirim (Zona Sul). O pacote também …


Exclusivo
Coluna do Estadão

DEM mira “espólio” da esquerda no Nordeste

Nas primeiras eleições municipais após o fim da era PT-MDB na Presidência, o DEM investirá politicamente para ficar com o “espólio” da esquerda no Nordeste. O partido avalia disputar com boas chances …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Bolsonaro tenta jogar Doria para a esquerda

Pesquisas à disposição do Palácio dos Bandeirantes indicam que a onda conservadora, responsável em larga medida pelos recentes sucessos eleitorais de João Doria e de Jair Bolsonaro, deverá se …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados