Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Empresário é preso por promover "Rodízio de Mulheres" em festa

Notícias

Polícia

Empresário é preso por promover "Rodízio de Mulheres" em festa


 Imagem de divulgação do evento (Foto: Reprodução)
Imagem de divulgação do evento (Foto: Reprodução)
Na última terça-feira (5), um empresário foi preso por promover uma festa que, supostamente, teria um "rodízio de mulheres". Com ingressos a R$300 por pessoa e com limite para 50 homens, o evento "Open Xeca" foi interrompido pela Polícia antes mesmo de começar.

O suspeito é um homem de 37 anos e foi preso pelo crime de exploração sexual, o qual ele admitiu ser culpado. De acordo com o site Uol, a festa estava para começar às 23h, em Águas Lindas de Goipas, mas a Polícia Militar chegou duas horas antes.

Ainda segundo eles, o suspeito estava no local com a esposa, cinco seguranças e 12 garotas de programa. Além do crime sexual, a polícia encontrou 50 gramas de maconha enterradas no imóvel. Os policiais disseram que o primeiro lote de ingressos já estava esgotado.

A divulgação do evento foi feita pela internet e chamou a atenção da polícia, que montou uma operação com 18 policiais, equipes de fiscalização de atividade urbana da prefeitura e a Secretaria Municipal de Trânsito.

 Dois dos quartos da casa de prostituição (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Dois dos quartos da casa de prostituição (Foto: Divulgação/Polícia Civil)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados