Álvaro Dias

Álvaro Dias

Podemos
Cabo Daciolo

Cabo Daciolo

Patriota
Ciro Gomes

Ciro Gomes

PDT
Geraldo Alckmin

Geraldo Alckmin

PSDB
Guilherme Boulos

Guilherme Boulos

PSOL
Henrique Meirelles

Henrique Meirelles

MDB
Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro

PSL
João Amoêdo

João Amoêdo

Novo
João Goulart Filho

João G. Filho

PPL
José Maria Eymael

J. Maria Eymael

PSDC
Luis Inácio Lula da Silva

L. Inácio Lula

PT
Marina Silva

Marina Silva

Rede
Vera Lúcia

Vera Lúcia

PSTU

4% das intenções de voto

Última pesquisa Datafolha

Eleições 2018

Em reunião com advogados, Lula avalia que facada em Bolsonaro não é determinante


Reunido com advogados na manhã desta segunda-feira (10), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva avaliou que a facada sofrida pelo deputado Jair Bolsonaro (PSL) não é determinante para o resultado de 7 de outubro.

Após receber relatórios sobre o impacto eleitoral do ataque ao capitão reformado, o ex-presidente teria concordado com a avaliação de que Bolsonaro cresceu na preferência do eleitorado, mas que esse movimento já arrefeceu.

Ainda segundo os que participaram do encontro, Lula considera que essa exposição de Bolsonaro tende a reduzir nos próximos dias.

O ex-presidente ainda espera que o STF (Supremo Tribunal Federal) estenda para dia 17 o prazo para substituição de seu nome pelo o do ex-prefeito Fernando Haddad na disputa presidencial.

Se o STF não decidir até a terça-feira (11), Lula apresentará no mesmo dia uma carta em favor da candidatura de Haddad.