search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

É treta...
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


É treta...

A ausência de Romário foi a mais sentida na confraternização promovida pela CBF na Granja Comary, em Teresópolis, em comemoração dos 25 anos da conquista do tetra mundial. O evento reuniu ex-jogadores e membros da comissão técnica daquela Seleção e é claro que o Baixinho, eleito o melhor jogador do mundo naquele ano, não foi o único ausente: Branco, Ronaldo, Ronaldão, Leonardo, Raí, Cafu e Müller também não apareceram, quase todos por compromissos profissionais.

O senador da República foi o único a recusar o convite por questões ideológicas. Mais do que isso. Romário ficou contrariado com alguns “cabeças” do grupo por envolver a CBF no calendário festivo planejado pelos próprios ex-jogadores, e já avisou que não estará presente no jantar da quinta-feira, dia seguinte à data oficial do feito, encontro reservado num restaurante da zona do sul do Rio.

Ausência que os mais chegados, como Ricardo Rocha, Bebeto e Parreira, ainda tentam evitar.

A mim, em curta troca de mensagens, Romário disse que não vai. Mas o grupo ainda não se deu por vencido e já quem acredite na possibilidade de demovê-lo da ideia.

O ídolo é irredutível no posicionamento contrário à administração da entidade e nem a troca no comando, com a eleição de Rogério Caboclo, o fez mudar de opinião. Para ele, o atual mandatário é “mais do mesmo” e, por isso, segue sendo um dos mais ácidos críticos à gestão da entidade.

É bom não esquecer de que na Câmara dos Deputados, muito antes de a Interpol investigar e prender o então presidente José Maria Marín, e antes também de a Fifa banir do futebol o sucessor de Marín na CBF, Marco Polo del Nero, Romário já lutava para expurgá-los da entidade...

Brasileiro

De volta à disputa da Série A, o Botafogo encara o Cruzeiro no Mineirão naquele que pode ser um divisor de águas na campanha do time de Eduardo Barroca.

A má impressão deixada na derrota para o Grêmio, no Nilton Santos, no último jogo antes da parada para a Copa América, somada à falta de uma perspectiva para o cumprimento das obrigações trabalhistas, trouxe de volta a desconfiança da torcida.

Percebe-se, pelo noticiário, que o trabalho de Barroca nos últimos 20 dias foi muito além das quatro linhas. Hoje, portanto, veremos como anda o comprometimento dos jogadores com o jovem treinador. Porque com a diretoria, já se percebe que não é nenhum.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Fogo e paixão

Envolvido com suas primeiras oportunidades de conquistas em 2020, o Flamengo já se divide entre presente e futuro. As lesões de Bruno Henrique e Rodrigo Caio trouxeram apreensão, mas o tom ainda é de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Noite de desafios

Tão importante quanto um bom resultado, o confronto entre Flamengo e Independiente Del Valle, esta noite, nos 2.850 metros da altitude de Quito, no Equador, nos traz a curiosidade de ver como se …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Como espetáculo, ficou claro que o confronto entre os dois campeões nacionais de 2019 teria de ter sido jogado no mesmo ano. Porque embora seja uma bela alternativa para a abertura da temporada …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Pedra no sapato

O Flamengo disputa na manhã de hoje, contra o Athletico, em Brasília, o primeiro dos três troféus que tem para erguer nas próximas duas semanas — a saber: a Taça Guanabara, no sábado, e a Recopa …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Paixão e orgulho

Dois jogos num só, no Fla-Flu da semifinal da Taça Guanabara na noite chuvosa da quarta-feira, no Maracanã. O Flamengo venceu o primeiro tempo por 2 a 0, com gols em oito minutos, e um repertório de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Em busca de outro patamar

Quase 40 dias após o início da temporada de 2020 no futebol brasileiro, apenas um treinador comandou o time mais vezes do que Odair Hellmann — Guto Ferreira já fez oito jogos à frente do Sport, por …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Nenhum dos quatro primeiros clássicos do Estadual do Rio serviu para aferir o quanto os times estão prontos para serem cobrados pela qualidade do futebol que produzem. Mas, cá pra nós: alguém …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O vírus da paixão

O futebol é apaixonante e, justamente por cegar seus adoradores, exige esforço para que se entenda a lógica construída pelos resultados e se aceite as verdades impostas pela massa. Como o caso …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

É triste ver a mediocridade do futebol praticado pelos clubes cariocas — excetuando-se o Flamengo que, até aqui, tentou ao menos exibir ideias de jogo coletivo mais bem trabalhadas. Tudo bem que …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Símbolo da nova era

Impossível desassociar a compra dos direitos econômicos de Gabriel Barbosa à chegada de Romário ao mesmo Flamengo, em 1995. Primeiro pelo fato de o acordo ter sido fechado na noite do dia 27 de …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados