Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

É dia de Serra!
Papo do Dias
Flávio Dias

Flávio Dias


É dia de Serra!

É dia de rezar para o São Walter! É dia de Serra! (Foto: Rodrigo Gavini/AT)
É dia de rezar para o São Walter! É dia de Serra! (Foto: Rodrigo Gavini/AT)
Uma folha mensal em torno de R$ 100 mil. Um clube na última divisão do futebol brasileiro. Um time que nunca havia passado de fase na Copa do Brasil. O confronto contra o Vasco é desproporcional. Ainda assim, dá para acreditar no Serra. Por quê? Porque o futebol capixaba precisa e merece!

O Serra é o atual campeão estadual. O que significa que é um dos dois candidatos a tirar o nosso futebol na Série D do Brasileiro este ano — o outro é o Vitória, atual campeão da Copa Espírito Santo. Onde entra a Copa do Brasil nessa história? Na premiação, principalmente, e na chance de levantar a boal do tricolor serrano na Série D. Com certeza, o time entra com outra cara na Quadradona após uma campanha histórica na Copa do Brasil!

Tecnicamente, acho que jogar no Robertão aumentaria a chance de o Serra surpreender o Vasco. Ao levar o jogo para o Kleber Andrade, que tem estrutura e gramados melhores, melhora para o Vasco. Ainda assim, a disputa é em jogo único, sem vantagem do empate para nenhum dos lados. Ou seja, empate leva para os pênaltis!

É dia para o torcedor capixaba vestir vermelho, preto e branco, chamar Rael de “Cruel”, acreditar na tática do professor Cleiton Marcelino e rezar para o São Walter! É dia de Serra!

***

E o Vasco?

É claro que o Vasco é o favorito no confronto contra o Serra. Pelo peso da camisa, pelas conquistas, por estar na Série A, por ter folha salarial mensal praticamente 40 vezes superior. Um mês de salário do Maxi López, por exemplo, paga três meses do time inteiro do Serra!

Mas, se no Campeonato Carioca o time venceu os sete jogos que fez, vale lembrar que na Copa do Brasil o Vasco avançou no minuto final contra o Juazeirense/BA, no empate em 2 a 2, com pênalti a favor do time cruz-maltino aos 45 minutos do segundo tempo!

Jogo único permite surpresas. A ideia é essa mesmo! Mas o Vasco tem time de sobra para avançar de fase.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados