Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Dois vereadores na prefeitura?
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Dois vereadores na prefeitura?

Luciano Rezende (Foto: Beto Morais/ AT/ 22/08/2018)
Luciano Rezende (Foto: Beto Morais/ AT/ 22/08/2018)
O prefeito de Vitória, Luciano Rezende, vai fazer uma reforma geral no 1º escalão após os desfalques que sofreu cedendo secretários ao governo estadual e com a eleição a deputado do seu braço direito e ex-supersecretário Fabrício Gandini. E os vereadores Vinícius Simões (PPS) e Nathan Medeiros (PSB) estão sendo cotados para assumirem pastas na prefeitura.

Vinícius, que deixou a presidência da Câmara de Vereadores do final do ano, pode assumir a Secretaria de Desenvolvimento da Cidade, lugar deixado por Lenise Loureiro que hoje é secretária estadual de Recursos Humanos. Na cadeira de Vinícius entraria o suplente Fábio Lube (PPS).

Já Nathan é cotado para assumir a Central de Serviços no lugar de Leonardo Formigão, que foi para a Secretaria de Transporte. Com a saída de Nathan entra o 2º suplente Juarez Vieira (PSB), já que o 1º, Rogerinho Pinheiro, está no Ipem.

Luiz Emanuel de volta?
Embora queira continuar à frente da Secretaria de Meio Ambiente, Luiz Emanuel Zouain pode ter que voltar à Câmara de Vitória. Primeiro para fortalecer a base do prefeito Luciano Rezende na Casa, tendo em vista que o atual presidente Cléber Félix não é alinhado ao prefeito. Segundo para baixar a poeira das polêmicas que tem se envolvido.

Só ele escapou
Na Câmara de Vitória, o único que assinou o projeto para acabar com os cargos da Mesa Diretora e não perdeu seus cinco indicados na “limpa” que o presidente Cléber Félix fez – exonerando 35 cargos – foi o vereador Denninho Silva (PPS).

Há quem diga que ele mudou de posição com relação ao projeto e está sendo cobrado pelos colegas.

De olho no “vale-night”
Ao tomar posse como chefe de Polícia Civil, o delegado José Darcy Arruda, em seu discurso, fez uma declaração à mulher, Letícia: “Eu te amo”. Ao discursar logo após, Casagrande disse que Arruda fez média com a mulher e emendou: “Na minha época, um elogio dava direito a um vale-night”. Todos riram.

“Não há ruído com os deputados”
O chefe da Casa Civil, Davi Diniz, disse que não há ruído entre os deputados e o governo, após alguns parlamentares reclamarem da condução da Polícia Civil no inquérito contra o deputado Luiz Durão.

“De forma legítima eles teceram o que entendem ser correto. Respeitamos o posicionamento dos parlamentares, apesar de discordarmos, mas não há qualquer problema”.

Durão continua na vice-presidência do PDT-ES
O deputado Luiz Durão, que está preso por estupro, continua à frente da vice-presidência do PDT no Estado. Questionado se o partido abriria algum procedimento para investigar sua conduta, o presidente do PDT, deputado Sergio Vidigal, disse que por enquanto, não. “É uma situação delicada. Cabe ao partido esperar, aguardar. Não vamos tomar nenhuma atitude antes de a Justiça se pronunciar”. O partido deve se reunir mês que vem para tratar a questão.

Até quando?
No final de semana começaram a circular fotos e vídeos íntimos supostamente da adolescente que foi levada para um motel pelo deputado Luiz Durão, aparentemente numa tentativa de desqualificar a vítima. O delegado do caso, Lorenzo Pazolini, negou que seja a adolescente no vídeo e disse que compartilhá-lo é crime.

A César o que é de César
Se nada mudar, a vaga na Secretaria de Estado do Esporte será preenchida pelo PDT. Hoje, quem ocupa o posto interinamente é o subsecretário Alessandro Comper (PDT) e uma das possibilidades é que ele fique no cargo definitivamente.

Batendo na trave
Por pouco o deputado Marcelo Santos não virou conselheiro no ano passado e, por pouco, também não virou secretário neste ano.

Transparência
O senador Fabiano Contarato divulgou em suas redes sociais que é contra o voto secreto no Congresso.
 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados