Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Do consultório ao Sambão: dentista se prepara para ser rainha de bateria

Notícias

Cidades

Do consultório ao Sambão: dentista se prepara para ser rainha de bateria


Fernanda Passon admite estar ansiosa para estrear como rainha (Foto: Dayana Souza/ AT)
Fernanda Passon admite estar ansiosa para estrear como rainha (Foto: Dayana Souza/ AT)
Espelho bucal e pinça são instrumentos comuns em um consultório odontológico. Mas, no caso da dentista especialista em prótese e harmonização facial, Fernanda Passon, 29 anos, há um adereço especial: uma coroa.

Ela está se preparando para desfilar como rainha de bateria pela primeira vez no Carnaval de Vitória, em fevereiro. A dentista vai representar a escola Pega no Samba, do Grupo A, que abre o desfile de sexta-feira, no Sambão do Povo

Fernanda disse que recebeu o convite do presidente da escola, Sandro Rosa, no início deste semestre. Porém, antes de aceitar, ela decidiu conhecer a comunidade de Consolação, na capital.
“Já fiquei muito feliz com a proposta. Mas, depois que fui conhecer a comunidade, me senti acolhida e fiquei apaixonada. Deu mais vontade de aceitar o convite”, afirmou Fernanda.

A dentista disse que não é fácil conciliar os horários de atendimento com os ensaios e compromissos da escola. Mesmo assim, ela contou que tem se dedicado. A rainha vem na frente da bateria, que é o coração da escola. Então, tenho de estar preparada e em harmonia para tudo sair bonito e fazer o coração pulsar”, explicou.

Ela já desfilou como madrinha de bateria em outra escola por dois anos e está contando os dias para a estreia como rainha. “Estou muito ansiosa. Esse sentimento me acompanha desde o momento em que eu aceitei o convite e segue até a hora que eu pisar no Sambão, mas é um nervosismo gostoso”.

Fernanda contou que se prepara durante o ano inteiro para manter a saúde em dia e o corpo em forma. E que a partir de setembro intensifica o treino com mais exercícios. 

“Quando está perto do Carnaval, tento secar mais e deixar o corpo definido, para a fantasia encaixar bem. Também tenho que fazer um trabalho de resistência para aguentar quase uma hora em pé, sambando, e sem sentir o peso da fantasia”, revelou a rainha.

Para tentar subir para o grupo especial, a Pega vem com o enredo “Viva e deixe-me viver. Intolerância jamais, o Pega pede paz”. “A gente vai falar sobre intolerância e o preconceito que é sofrido no dia a dia, entre branco, preto, magro, gordo...”, afirmou Sandro Rosa.

 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados