Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Diálogo com os presidenciáveis
Tribuna Livre

Diálogo com os presidenciáveis

Considerando o período eleitoral, o Sindiex iniciou um diálogo com os presidenciáveis, objetivando conhecer os seus projetos de governo, e percebemos que já são velhos conhecidos: ajuste fiscal, recursos naturais, política cambial, acordos comerciais, educação e gestão. Muitos candidatos irão apresentar propostas que, contudo, não passarão de boas intenções.

Aos eleitores, cabe diferenciar discurso pré-eleitoral das ações que devem e podem ser implementadas.

Quem assumir o governo irá administrar um país com despesas maiores do que as receitas e isso pode ocasionar o retorno da inflação. É de conhecimento de muitos que a inflação existe quando o governo gasta mais do que arrecada. Portanto, a realização das reformas que impliquem no ajuste fiscal se tornam importantes, pois não existe tributo mais injusto do que a inflação que atinge, principalmente, as classes menos favorecidas.

Alguns candidatos relataram a prioridade de investimentos em combustíveis fósseis e matérias primas. Importante saber que, embora recursos naturais sejam importantes, existem limites para que possam prover vantagem competitiva. Isso só é possível se exploradas através do uso de modernas tecnologias.

Recentemente, um candidato comentou que adotará uma taxa de câmbio que não prejudique exportadores nem importadores. Com relação à política cambial é importante ter conhecimento que a desvalorização cambial não tem a capacidade de prover vantagem competitiva. O que dá sustentabilidade às exportações são investimentos em filiais no exterior, que demandam produtos da matriz.

Foi apresentada, também, a sugestão de priorização de acordos comerciais bilaterais. Fica sempre aquela questão: comércio internacional ou mercado interno? Quando são analisados os índices de competitividade do Brasil, a variável que apresenta a melhor pontuação é o tamanho do nosso mercado. Além disso, somos um país, exceção no mundo, formado por grupos étnicos sem grandes divergências e que falam a mesma língua. Consequentemente, é aconselhável continuar o fortalecimento do mercado doméstico. Isso, contudo, não quer dizer que devamos negligenciar as vendas para o exterior.

Outro assunto de debate foi o nível educacional do Brasil. Na última edição do Pisa, realizada com escolas de 70 países, o Brasil ficou 59º lugar em leitura e entre os 10 últimos nas categorias matemática e ciências. Não há dúvida que a educação terá um papel importante nas sociedades do futuro e parece que os candidatos se dão conta disso. Contudo, diria que o sistema educacional brasileiro tem que ser reformado, pois não premia habilidades, mas dinheiro. Apenas os filhos das famílias mais abastadas têm acesso a uma melhor educação. Isso tem que ser revisto.

Percebemos que muitos eleitores receiam o estilo administrativo do futuro presidente. Gerenciamento demanda prática. Sabemos que, embora, teorias administrativas sejam importantes, gestão requer experiência. Em momentos de crise não há tempo para se consultar o livro texto.

Portanto, é preciso ter prévio conhecimento de administração ou cercar-se de quem o possua. Não acredito, tampouco, que administração participativa seja uma panaceia. Em tempos de crise um líder tem que tomar a direção e determinar quem deve fazer e o que deve ser feito.


últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Nova droga revigora luta contra câncer de sangue

Estudo apresentado no maior congresso de oncologia do mundo mostra que tratamento, já aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no Brasil, pode prolongar e melhorar a vida das …


Exclusivo
Tribuna Livre

Que tipo de pensamento estamos nutrindo?

Você pensa sobre o conteúdo do seu pensamento? Da mesma forma que somos cuidadosos ao preparar nosso prato de comida, deveríamos ter o mesmo carinho para cuidar do conteúdo mental, a qualidade dos …


Exclusivo
Tribuna Livre

Inspeção predial: check-up de edificações pode evitar tragédias

O desabamento da área de lazer do condomínio residencial de luxo Grand Parc, em Vitória, completa três anos em julho. Casos como esse podem ser evitados com a observância de cuidados como o atendimen…


Exclusivo
Tribuna Livre

Integração para enfrentar a criminalidade articulada

É sabido por todos, principalmente por aqueles que labutam na área da Segurança Pública, que o crime apresenta várias vertentes e os bandidos utilizam meios cada vez mais articulados para o cometimen…


Exclusivo
Tribuna Livre

Reclamação do cliente pode ser oportunidade para a empresa

A palavra “reclamação” é vista pela maioria das empresas como algo negativo, mas a grande verdade é que a reclamação é uma excelente oportunidade para “enxergarmos” falhas em nossos processos e em …


Exclusivo
Tribuna Livre

O desafio de tratar a dependência química

A dependência química é uma doença complexa, já considerada um dos maiores desafios de saúde pública no País. Diferentes pesquisas mostram o aumento do uso de drogas em todas as classes sociais. A …


Exclusivo
Tribuna Livre

Homenagem a um médico que fez a diferença

Recentemente perdemos um dos grandes personagens capixabas. Estamos nos referindo ao professor Carlos Sandoval Gonçalves, ícone dentre os pesquisadores e professores de Medicina do Brasil, que …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação especial como política pública

Historicamente, a educação especial para pessoas com deficiência é oferecida por instituições privadas, incluídas as especializadas, confessionais e filantrópicas. A partir de 1973, ela foi incorpora…


Exclusivo
Tribuna Livre

O “ser mulher” e a busca pela sobrevivência

Era uma vez uma selva, onde morava uma leoa muito dócil e, ao mesmo tempo, valente. Cuidava de seus filhotes e ia à caça para não lhes faltar alimento. Por instinto, fazia o que preciso fosse para …


Exclusivo
Tribuna Livre

Deixa falar! Deixa viver!

De acordo com o Atlas da Violência 2019, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a morte no Brasil tem cor, idade, gênero, classe social e nível de escolaridade. Ou seja, quem …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados