Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Diagnósticos precisos e prevenção com tecnologia

Especial Saúde

Diagnósticos precisos e prevenção com tecnologia


Ficou para trás a era dos cuidados com a saúde que se resumiam a consulta médica com avaliações clínicas e laboratoriais. Hoje, a medicina do futuro permite diagnósticos precisos e tratamentos personalizados.

Aplicativos monitoram sinais vitais e emitem diagnósticos, profissionais têm amplo acesso a dados sobre o estado físico dos pacientes e já sabem até quais doenças eles podem ter ao longo da vida, iniciando assim um tratamento preventivo. Tudo de forma rápida e certeira.

Libório Mule disse que a parceria  entre medicina e tecnologia é uma realidade que tem quebrado paradigmas  (Foto: Bruno Coelho)
Libório Mule disse que a parceria entre medicina e tecnologia é uma realidade que tem quebrado paradigmas (Foto: Bruno Coelho)

Ainda que pareçam mais perto da ficção científica do que da realidade, as previsões sobre a medicina do futuro não ficam apenas no papel: muitas soluções já são aplicadas e outras tantas têm base em pesquisas já existentes.

A parceria bem-sucedida entre medicina e tecnologia é uma realidade que tem quebrado paradigmas. Porém, para a sociedade, suas contextualizações e reais benefícios ainda são vistos com certa desconfiança.

Membro titular do Colégio Brasileiro de Radiologia, o médico Libório Mule destaca que recentemente a telemedicina surgiu e causou certo assombro na sociedade. Mas pondera que os estudos sobre ela são realizados desde a revolução tecnológica (no final dos anos 1990), e avançaram com a entrada da inteligência artificial.

“Profundas mudanças estão ainda por vir e a telemedicina irá desempenhar um papel crucial nessa evolução do sistema de saúde, uma peça disruptiva não apenas no âmbito tecnológico, mas principalmente econômico e sociocultural.”

A orientação via telemedicina já é uma realidade no Brasil, e no mundo, com alto índice de resolutividade. Possibilita atendimento de qualidade e redução das idas e vindas a diferentes laboratórios, o que evita desperdício de tempo e demora no diagnóstico.

Entretanto, também é essencial que exista um intercâmbio assertivo de informações clínicas para o diagnóstico, tratamento e acompanhamento de pacientes a distância, sem reduzir a importância da relação médico/paciente.

No Brasil, o serviço de emissão de laudos on-line está crescendo e se consolidando. Um dos pontos fortes do uso dessa prática é o atendimento a áreas remotas, sem a necessidade de um médico especialista em período integral.

“Percebo que quando falamos em telemedicina, no imaginário coletivo, configura-se apenas a imagem de um médico na tela do computador conversando com o paciente. Esse olhar social para o futuro da medicina precisa ser ressignificado”, analisa Libório.

PARA ONDE VAMOS

Transformações
Até parece filme de ficção, mas é realidade. O atendimento médico passa por mudanças profundas através de tecnologias da informação e comunicação (TICs), estudo de genes e outras novidades.

 (Foto: Reprodução Jornal A Tribuna)
(Foto: Reprodução Jornal A Tribuna)
 (Foto: Reprodução Jornal A Tribuna)
(Foto: Reprodução Jornal A Tribuna)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados