8º Congresso de Educação

Sorteio de brindes, avaliação positiva e planos para o futuro


8º Congresso Educacional das Escolas Particulares, promovido pelo Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado (SinepeES) (Foto:  Jefferson Roccio/ Divulgação do Sinepe-ES)
8º Congresso Educacional das Escolas Particulares, promovido pelo Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado (SinepeES) (Foto: Jefferson Roccio/ Divulgação do Sinepe-ES)
Preocupação com a formação humana resume os objetivos do 8º Congresso Educacional das Escolas Particulares, promovido pelo Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado (SinepeES), de acordo com o superintendente do SinepeES, Geraldo Diório.

Ele avalia que o congresso, realizado ontem e hoje, no Centro de Convenções de Vitória, cumpriu seu propósito de pensar a educação no país, independentemente da rede, se municipal, estadual, federal ou privada.

“Discutimos nesses dois dias temas atuais que afetam o cotidiano da sala de aula. A educação inclusiva, principalmente, pois o atual desafio da educação é formar um ser humano integral, respeitando todas as suas diferenças e suas múltiplas dimensões. Temos que pensar no que o aluno aprende na escola, mas também no que ele pensa e sente”, avaliou o superintendente.

Geraldo Diório, superintendente do SinepeES, (Foto: Jefferson Roccio/ Divulgação do Sinepe-ES)
Geraldo Diório, superintendente do SinepeES, (Foto: Jefferson Roccio/ Divulgação do Sinepe-ES)
Durante a fala de encerramento do congresso, o presidente do SinepeES, Moacir Lellis, avaliou positivamente o evento, parabenizou toda a equipe do sindicato pelo excelente trabalho realizado e deixou o convite feito para o próximo ano. “Foi muito enriquecedor construir e ampliar conhecimentos sobre a educação no país”.

Ao final do evento, foram sorteados brindes diversos para os participantes. O superintendente Geraldo Diório adiantou que o tema do congresso do próximo ano já está sendo discutido pelo SinepeES e será definido em breve.