Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Desembargador decide manter Júri Popular em caso de Milena Gottardi

Notícias

Polícia

Desembargador decide manter Júri Popular em caso de Milena Gottardi


 (Foto: Reprodução/TJES)
(Foto: Reprodução/TJES)

O desembargador Adalto Dias Tristão, da 2° Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, negou provimento ao recurso feito pela defesa dos seis acusados de participação na morte da médica Milena Gottardi: Hilário Antônio Fiorot Frasson, o pai Espiridão Carlos Frasson, supostos mandantes do crime; Bruno Rodrigues Broetto, acusado de ter emprestado a motocicleta utilizada no dia da execução da vítima; Dionathas Alves Vieira, suposto executor; Valcir da Silva Dias e Hermenegildo Palauro Filho, acusados de serem intermediários do crime.

O assistente de acusação do Ministério Público Estadual, Renan Sales Vanderlei, sustentou que o conjunto de provas anexado ao processo demonstrou indícios suficientes de materialidade e autoria no crime efetuado. Entretanto, a defesa do réu, Hélio Frasson defendeu a ilegalidade do grampo telefônico, que segundo o advogado, foi anexado sem ordem judicial.

“Não podemos ultrapassar limites legais estabelecidos. Hilário teve seu telefone grampeado após sair da delegacia, onde prestou depoimento, sem ordem judicial. Não foi cumprido o protocolo”, alegou a defesa.

Ainda de acordo com o advogado de defesa, foram utilizadas imagens "printadas" do celular da vítima, como prova, de maneira ilegal. Por fim, questionou a validação do depoimento de Dionathas, afirmando que o acusado não é uma pessoa confiável. A defesa de Espiridão também apresentou argumentos, afirmando que o Tribunal do Júri não tem competência para julgar seu cliente.

Relembre o caso


 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados