search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Defesa corporativa vira pauta prioritária
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Defesa corporativa vira pauta prioritária

Simone Tebet, presidente da CCJ, e Tasso Jereissati, relator da reforma da Previdência no Senado, foram excluídos do jantar na casa de Davi Alcolumbre que selou acordo para adiar a votação das mudanças nas regras da aposentadoria.

Participaram pelo menos 25 senadores, de todas as cores partidárias, entre eles Jaques Wagner (PT-BA) e Eduardo Braga (MDB-AM). Reações foram registradas à suspensão da análise da PEC na comissão, mas Davi Alcolumbre bateu o pé: a “agressão” ao Senado era a prioridade zero, à frente do rombo previdenciário.

Virou... A costura com a turma da chamada “velha política”, mais uma vez, desagradou a aliados de primeira hora de Alcolumbre.

...as costas. Foi a gota d’água para Simone Tebet (MDB-MS) e Tasso Jereissati (PSDB-CE), que tocam a reforma. Confessaram a interlocutores que não mantêm o mesmo apoio ao presidente do Senado.

Inválida. A defesa de Fernando Bezerra Coelho vai tentar tornar ineficaz a busca e apreensão realizada nos endereços ligados ao líder do governo. Argumentará que Barroso determinou que fosse registrada a justificativa para a apreensão de cada item, mas a Federal só fez uma relação.

CLICK. Benedito Braga (em pé), presidente da Sabesp, falou à comissão do saneamento da Câmara: “Segurança jurídica, metas claras e regulação forte” no setor.

Coisa fina. Em Nova Iorque, Bolsonaro almoçou com sua comitiva, entre ela o general Augusto Heleno, no Smith and Wollensky, famosa steakhouse. Um lugar nem um pouco podrão, como gosta de dizer o Presidente quando questionado sobre os locais de suas refeições.

Xi. A agonia de Sergio Moro em torno da análise do pacote anticrime deve prosseguir: governistas acham que o grupo de trabalho se estenderá por mais uma semana na Câmara.

Pra frente. Até agora, os governistas dão a derrota de Moro como certa. Já consideram transformar pontos em projetos de lei para apresentá-los separadamente na próxima legislatura.

Deu bom. O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, esteve no Congresso para pedir a derrubada de um veto de Bolsonaro à lei do abuso de autoridade. Foi retomado o dispositivo que criminaliza a violação de prerrogativas de advogados.

Por último. Renan Calheiros (MDB-AL) comemorou a derrubada dos 18 vetos de Bolsonaro ao projeto de abuso de autoridade. O senador é autor da proposta.

Águas... O projeto de lei que atualiza o marco do saneamento básico no País preocupa governos estaduais e empresas do setor (estatais e privadas). Como está, o texto traz insegurança jurídica, avaliam.

...turvas. O Ministério da Economia defende uma redação considerada privatizante pelos governadores do Nordeste. Eles pedem uma “convivência” melhor entre os setores público e privado, sob os Estados.

Risco. O projeto pode significar o fim dos atuais contratos das empresas com os municípios: alguns desses acordos ainda têm décadas de validade e demandaram investimentos.

Risco II. Outro ponto sensível trata da regulação e da “escala” para as empresas operarem nos pequenos municípios (deficitários, em sua maioria) e nos grandes. A concordância: ter a Agência Nacional de Águas como órgão regulador.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

“Responsabilidade acima de todos”, diz Temer

Diante do agravamento da crise na última semana, o ex-presidente Michel Temer cobrou uma resposta unificada de Jair Bolsonaro, Davi Alcolumbre e Dias Toffoli. Em comentário enviado à Coluna, o …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Nordeste terá indicador próprio para reabertura

O Consórcio Científico do Nordeste vai lançar um indicador para guiar municípios da região a uma reabertura mais segura, uma vez que cada cidade se encontra num diferente estágio da Covid-19. O …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Vídeo de reunião não afeta fiéis bolsonaristas

A divulgação pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da reunião ministerial do dia 22 de abril teve pouco impacto na imagem de Jair Bolsonaro, que conseguiu manter sua parcela de apoio mais fiel. Essa é …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Sem CPI, projeto vira resposta a fake news

Com os trabalhos da CPI mista de Fake News suspensos por causa da pandemia, parlamentares apostam em um projeto de lei que, entre outros pontos, também responsabiliza as plataformas digitais pela …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Maia e oposição dialogam para recompor forças

A oposição a Jair Bolsonaro na Câmara conseguiu ver uma janela de oportunidade na recém-formada aliança do Centrão com o governo: a reaproximação com Rodrigo Maia (DEM-RJ). Para líderes da …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Prefeitos temem não pagar salários de maio

A demora do presidente Jair Bolsonaro em sancionar a lei que autoriza o repasse direto da ajuda de R$ 60 bilhões para estados e municípios enfrentarem os efeitos da Covid-19 deixou prefeitos de todo …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Ministros do Supremo perguntam: e a Saúde?

Mais do que as ofensas e os palavrões presentes na reunião de 22 de abril, escancaradas pelos vídeos divulgados na última sexta-feira, uma ausência impressionou mais ministros do Supremo Tribunal …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Embates preocupam o ministro da Defesa

Interlocutores do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, dizem que ele está muito “preocupado” e “pensativo” com o momento. Nos bastidores, a crítica dele seria direcionada especialmente ao …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Em “paz” com Bolsonaro, Maia sai do alvo das redes

O “armistício” entre Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia (DEM-RJ), firmado há pouco mais de um mês, passou por um pacto de não agressão nas redes sociais. Depois de uma avalanche de pedidos por “Fora, …


Exclusivo
Coluna do Estadão

“Isolamento social” deve ficar de fora de reunião

O Planalto quer aproveitar a primeira reunião do Presidente com todos os governadores desde o início da pandemia para melhorar o diálogo institucional. A expectativa é de que a conversa ocorra sem as …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados