Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

“Decreto pode ter ajustes”
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


“Decreto pode ter ajustes”

Governador Renato Casagrande (Foto: Beto Morais / AT)
Governador Renato Casagrande (Foto: Beto Morais / AT)

O governador Renato Casagrande, que no primeiro dia de governo emitiu um decreto suspendendo todos os convênios assinados entre o governo e municípios nos últimos três meses disse que, nos próximos dias, pode rever parte do decreto.
“Publicamos o decreto por duas razões: cuidado com o dinheiro público, já que nos preocupou a quantidade de convênios assinada em pouco tempo, e analisar a prioridade de cada município. Mas, podemos reavaliar e talvez emitir um novo decreto semana que vem, levando em conta os que já compraram equipamentos ou iniciaram obras”, disse Casagrande.
Logo após a publicação do decreto o presidente da Amunes, Guerino Zanon, e o prefeito da Serra, Audifax Barcelos, pediram que o governador reavaliasse a decisão. Casagrande afirmou que a questão está em análise pelos secretários e pela Procuradoria do governo.

Reunião na segunda

A Amunes convocou os prefeitos para uma reunião na sede da entidade na próxima segunda-feira, para discutir a suspensão, via decreto, dos convênios assinados nos últimos três meses do ano passado.
A Prefeitura de Viana publicou a suspensão de duas licitações para obras de drenagem e pavimentação no município por conta do decreto.

Tadeu Marino é sub

O médico Tadeu Marino, que foi secretário da Saúde na primeira gestão do governador Renato Casagrande, foi nomeado à Subsecretaria para Assuntos de Regulação de Organização da Atenção a Saúde.
De Colatina e quadro antigo do PSB, Marino já tinha sido confirmado pelo governador como integrante garantido do novo governo.

Fisgar pelo coração

O governador Renato Casagrande, que na semana que vem vai a Brasília para um encontro com ministros, disse que vai aproveitar a “questão sentimental” do Osmar Terra para estreitar a relação. “A mãe dele nasceu aqui em Santa Teresa, tem vínculo com a gente”, afirmou, ao explicar a estratégia.

Orçamento será lido na 4ª

O presidente da Assembleia, Erick Musso, se reuniu ontem com o chefe da Casa Civil, Davi Diniz, e acordaram que a peça orçamentária deste ano chega na próxima quarta-feira.
Na terça, Erick faz reunião com o Colégio de Líderes para tentar convencer os deputados a apresentarem as emendas até dia 14, para que a votação não passe do dia 15. Se concordarem, Erick convoca sessão para ler a peça já na quarta-feira.

Clebinho exonera servidores de aliados do prefeito

Mal assumiu a presidência da Câmara de Vitória e o vereador Clebinho Félix (PP) exonerou 35 comissionados da Mesa Diretora ligados aos vereadores Vinícius Simões, Fabrício Gandini, Max da Mata, Leonil Dias e Wanderson Marinho. Entre os exonerados, estão diretores, chefe de gabinete da presidência, procuradora-geral, coordenadores de comissões e assessores legislativos. Quem mais perdeu foi Wanderson Marinho, com seis indicados exonerados.

Vai ter retaliação?

Há quem esteja esperando uma retaliação da prefeitura exonerando, também, comissionados indicados pelo PP, partido do presidente da Câmara, Clebinho Félix.

Nem Freud explica

Nunca antes na história da política capixaba a mistura de sexo e poder foi tão agitada. E fez tantas vítimas!

Hora de dar tchau!

Além do Diário Oficial, o Diário Legislativo tem publicado muitas exonerações na Assembleia, principalmente de comissionados ligados a deputados que não foram reeleitos.

O remédio

“Tá chateado porque a Damares falou que rosa era para menina e azul para menino? Tá chateado? Morde a língua e dá uma cabeçada na parede!”. Do senador Magno Malta, em vídeo, defendendo sua ex-assessora.

Bate-cabeça no governo

Ora tem aumento de IOF, ora não tem mais. Tá difícil ter um consenso!

(coluna publicada em 05/01/2019)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados