Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cubano desempregado tenta vaga de gari, mas é recusado por ser médico

Notícias

Cidades

Cubano desempregado tenta vaga de gari, mas é recusado por ser médico


O médico cubano Raymel Kessel, 39 anos, está desempregado e tentou uma vaga de gari, mas não obteve sucesso. Motivo: a sua formação em medicina. Kessel é um dos 48 profissionais de Cuba que decidiram ficar no Piauí após o governo de Cuba decidiu se desligar do Programa Mais Médicos. As informações são do G1.

O profissional chegou à cidade de Ilha Grande em 2014. Ele conta que foi recebido pelos habitantes do município. Porém, mesmo sendo querido, a tarefa de conseguir um emprego não tem sido a das mais fáceis. 

O cubano Raymel Kessel trabalhava como médico em Ilha Grande, no Piauí (Foto: Acervo Pessoal)
O cubano Raymel Kessel trabalhava como médico em Ilha Grande, no Piauí (Foto: Acervo Pessoal)

“Não é fácil achar emprego porque quando colocamos no currículo que somos médicos, ninguém quer nos contratar. Eu até procurei trabalhar no carro de lixo e não fui aceito porque diz que médico não faz esse tipo de trabalho”, lamentou ele em entrevista ao G1.

Por ser casado com uma piauiense e pai de um menino brasileiro, Raymel decidiu continuar no País. Ele não é o único. Alguns cubanos construíram famílias no Estado e, assim como o médico de 39 anos, também estão passando por dificuldades financeiras. 

Raymel e os demais médicos cubanos aguardam a realização do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras (Revalida) para retornar aos postos de saúde e hospitais.

Contudo, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável por aplicar a prova, disse que “não há ainda o cronograma para a próxima edição do Revalida”.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados