search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Corpo encontrado em praia é de marítimo de Guarapari

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Corpo encontrado em praia é de marítimo de Guarapari


O chefe de máquinas Eric Barcelos Rangel, de 56 anos (Foto: Acervo familiar)
O chefe de máquinas Eric Barcelos Rangel, de 56 anos (Foto: Acervo familiar)
O corpo encontrado na areia da praia de Comboios, em Regência, Aracruz, no Norte do Estado, é do marítimo Eric Barcelos Rangel, de 56 anos. A informação foi confirmada pela família na manhã desta quinta-feira (26). O corpo foi reconhecido no Departamento Médico legal (DML), em Vitória.

Eric ficou desaparecido por 22 dias, após o rebocador em que estava afundar em alto mar, próximo à Guarapari. Dois tripulantes que estavam na embarcação foram resgatados com vida, mas o chefe de máquina desapareceu.

O corpo apareceu na areia da praia de Comboios na última segunda-feira (23), em adiantado estado de decomposição. 

A família disse que neste momento concentrou esforços para realizar os procedimentos necessários para o sepultamento.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que "após exames foi comprovado que o corpo se tratava do chefe de máquinas que estava desaparecido em Guarapari. O corpo já foi liberado para os familiares".

Naufrágio em Guarapari

O rebocador saiu do Porto de Vitória na manhã de 1º de novembro e deveria ter chegado ao Porto de Açu, no Rio de Janeiro, na madrugada de segunda-feira (2). A embarcação afundou nas imediações da Ilha da Escalvada, a 15 milhas da orla de Guarapari, por volta de 18h30 de domingo.

Dois tripulantes foram resgatados durante a tarde de segunda-feira, e o chefe de máquinas não foi encontrado durante o resgate.

Os tripulantes que foram resgatados contaram à família de Eric que a embarcação naufragou após bater em uma pedra. Os resgatados que estavam debilitados, com sinais de hipotermia, foram levados de ambulância para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória, onde permanecem internados.

A Marinha do Brasil realizou buscas com equipes de salvamento por nove dias. Foi instaurado o Inquérito Administrativo sobre Fatos da Navegação (IAFN) para apurar as circunstâncias do acidente.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados